Fumaça de incenso pode ser tão prejudicial quanto cigarro. Entenda

Estudo recente realizado pela Universidade da Tecnologia do Sul da China sugere que a fumaça do incenso pode ser tão prejudicial quanto a do cigarro. Será?

Será que todos os incensos são tão prejudiciais quanto a fumaça do cigarro? Foto: Reprodução/maisequilibrio

Os incensos são comumente utilizados em ritos religiosos e para aromatizar ambientes fechados. Mas, você sabia que a fumaça desses palitinhos perfumados pode ser mais tóxica para as células do corpo do que a fumaça do cigarro? É o que sugere uma nova pesquisa da Universidade da Tecnologia do Sul da China.


Liderada pelo doutor Zhou Rong, os pesquisadores decidiram testar o efeito da fumaça do incenso em células e compará-lo com os efeitos da fumaça de cigarro. Eles testaram dois tipos de incenso. Ambas continham agarwood e sândalo, ingredientes mais usados para fazer este produto.

Eles então compararam os efeitos da fumaça de incenso e fumaça de cigarro em células de ovário de hamster chinês e a comparação da pesquisa concluiu que a fumaça do incenso pode ser mais "mutagênica, genotóxico e citotóxico" do que a do cigarro - ou seja - a fumaça é capas de provocar mutações genéticas e causar alterações no ADN das células, as quais podem conduzir a tumores.

Foram analisadas as fumaças  de quatro marcas de incenso que continham 64 compostos. Enquanto alguns deles são irritantes ou são apenas levemente nocivos, duas marcas testadas foram avaliadas como altamente tóxicos. 

No entanto, os pesquisadores chineses alertaram que o estudo era pequeno em tamanho e conduzido somente em roedores - e conclusões tão firmes sobre os efeitos na saúde não pode ser traçada a partir dele. Além disso, a enorme variedade de incensos no mercado e diferenças na forma como ele é usado em comparação com os cigarros devem ser tidos em conta, disse Zhou Rong.

Os pesquisadores esperam que o estudo vai levar a uma avaliação dos produtos incenso. Mas, ele adverte que não se deve simplesmente concluir que a fumaça de incenso é mais tóxico do que a fumaça do cigarro.

Dadas as conclusões do estudo, é bom evitar que pessoas com problemas pulmonares e respiratórios, além de crianças, evitem a fumaça do incenso - e de qualquer outro tipo.

Por Lívia Duarte

Comente

Assuntos relacionados: Lívia Duarte incenso cigarro