Falta de vitamina D pode prejudicar corpo e a mente

falta de vitamina D

Foto - Shutterstock

A Vitamina D é importantíssima para a saúde mental, pele e ossos. A ausência do nutriente pode provocar raquitismo, amolecimento nos ossos (nas crianças), osteoporose, problemas de pressão arterial ou diabetes tipo 2 (adultos). Bastante coisa, né?

Segundo os especialistas, os adultos e crianças devem consumir pelo menos 600 Unidades Internacionais (UI) de Vitamina D por dia. A partir dos 70 anos, essa quantidade sobe para 800 UI. E como saber se o corpo está precisando da vitamina? Pela pele. O sol é responsável por sintetizar a Vitamina D no organismo. Se ela está mais escura, é sinal de deficiência, pois o pigmento protege a pele e impede a absorção.

De acordo com médico norte-americano especializado no assunto, Dr. Michael F. Holick, o protetor solar é capaz de diminuir cerca de 90% da absorção de Vitamina D pelo sol. Para tomar sol sem protetor, faça isso antes das 10h da manhã e depois das 16h da tarde.

Prisão de ventre também pode ser sinal de que o corpo precisa de mais Vitamina D. Esse nutriente afeta diretamente a absorção de gorduras solúveis; se o corpo tem pouca gordura, o intestino prende. Outro agravante é o peso: Holick informa que quando há maior concentração de gordura no corpo do indivíduo, há menos possibilidade da pessoa conter o tipo de nutriente.

O humor também é um termômetro da Vitamina D. Ela afeta a serotonina, substância que controla o bem-estar. Se está em falta, a pessoa tende a ficar mais mau humorada, deprimida e "chatinha".

Vitaminas e suas funções

Por Caroline Sarmento

Comente