Exercícios para um coração mais saudável

Exercícios para um coração mais saudável

Para manter o coração saudável, não só a alimentação faz diferença, mas os exercícios físicos também são uma grande alavanca para manter o coração trabalhando com eficiência.

Exercitar e movimentar o corpo de forma adequada melhora o fluxo sanguíneo pelos vasos e artérias que ficam mais flexíveis e saudáveis. É a melhor forma de prevenir contra doenças cardiovasculares (colesterol alto, infarto, hipertensão).

Confira os tipos de exercícios que mais se adequam ao seu estilo de vida e não fique parada!

Caminhada - aposte nas caminhadas para afastar o risco de hipertensão. As passadas reduzem a pressão arterial na primeira hora e essa queda se mantém nas 24 horas seguintes, de acordo com um estudo da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), da USP. Isso acontece porque durante a prática do exercício, o fluxo de sangue aumenta, levando os vasos sanguíneos a se expandirem, diminuindo a pressão.

Além disso, a caminhada faz com que a as válvulas do coração trabalhem mais, melhorando a oxigenação do corpo. A caminhada também é um fator de proteção contra derrames e infarto. Além de regular os níveis de colesterol no corpo, os vasos ficam mais elásticos e mais propícios a se dilatarem quando há alguma obstrução. Isso impede que as artérias possa entupir.

Esteira - A caminhada em esteiras com velocidade entre 4,0 e 6,0 km/h (acima disso poderá prejudicar a coluna lombar) e com inclinação entre 2 e 12% (sem segurar na barra de apoio) é uma ótima atividade cardiovascular, pois ao mesmo tempo em que consegue elevar a frequência cardíaca de forma mais eficaz que uma caminhada ao ar livre, este tipo de treino tem uma sobrecarga articular bem menor para joelhos, tornozelos e coluna do que o treino tradicional.

Corrida - a corrida também afasta o risco de doenças cardiovasculares, como hipertensão e colesterol alto, graças ao condicionamento físico que a atividade proporciona. Sendo uma atividade aeróbica, a corrida de longa duração e baixa intensidade condiciona o coração. Após duas ou três semanas, já é possível sentir a diferença da corrida no condicionamento físico. Até mesmo tarefas corriqueiras, como subir escadas, tornam-se mais fáceis. Como resultado, os afazeres ficam menos cansativos e mais prazerosos.

Natação - São vários os benefícios de quem opta por esse esporte, entre eles o baixo impacto nas articulações e a melhora do processo cardiorrespiratório.

Existem algumas estratégias do treino que são capazes de aumentar o condicionamento do coração e também acelerar a queima de gordura corporal. Um exemplo é fazer um treino intervalado com intensidade mais alta e utilizar acessórios, como os palmares e nadadeiras, que aumentam o trabalho muscular, gerando um crescimento do gasto calórico.


Os grandes especialistas em saúde cardiovascular sugerem que a variação da modalidade é mais benéfica do que a manutenção da mesma atividade aeróbia. Se a pessoa fizer natação na segunda-feira, corrida na quarta-feira e pedalar no final de semana, por exemplo, ela propicia um maior benefício à saúde cardiovascular do que a mantendo o mesmo gasto esportivo.

Por Jessica Moraes

Comente