Evite a desidratação

Evite a desidratação

O aumento da temperatura no verão faz com que o organismo sofra com a perda de água e sais minerais. Para evitar a desidratação, a reposição adequada deve ser feita através da alimentação e ingestão de líquidos. Nesse período, recomenda-se priorizar refeições leves e naturais.

"No calor, é comum a indisposição para comer, devido à redução natural da Taxa de Metabolismo Basal - quantidade de calorias diárias necessárias para manter as funções vitais do corpo. Por isso, deve-se evitar intervalos longos entre as refeições e alimentos gordurosos e de difícil digestão", afirma Thais Souza, nutricionista da rede Mundo Verde.

A ingestão de alimentos de mais fácil digestão também é importante para manter a dieta durante o período. Alguns alimentos ajudam a melhorar a performance do organismo devido aos seus nutrientes.

"Os chás verde, branco e de hibiscus, os óleos de abacate e de coco, a spirulina havaiana e o colágeno, por exemplo, são opções auxiliares da dieta. Alguns deles têm, ainda, o poder de proteger a pele do envelhecimento precoce", completa Thaís.

Confira abaixo algumas dicas da Mundo Verdo para manter a saúde e a dieta durante os dias mais quentes:

- procure comer pequenas quantidades várias vezes ao dia - entre cinco a seis refeições. O almoço e o jantar devem ser refeições leves e de fácil digestão;

- inclua granola e flocos de quinua no café da manhã. Eles podem ser adicionados ao iogurte, fruta ou sucos naturais;

- beba bastante líquido para manter o corpo hidratado. Consuma água, sucos de frutas naturais, chás e água de coco. Evite refrigerantes e bebidas alcoólicas;

- consuma variedades de frutas, verduras e legumes. As saladas são excelentes opções para iniciar as refeições, além de fornecerem vitaminas, minerais e fibras. Experimente enriquecer suas saladas com grãos integrais como: trigo, cevada, quinua, amaranto e soja;

- evite condimentos e molhos prontos, pois são calóricos e tornam a digestão mais lenta. Utilize como temperos o azeite de oliva extravirgem, o vinagre, o limão e ervas aromáticas de sua preferência, opções são: orégano, manjericão, alecrim, hortelã, entre outras;

- evite frituras e alimentos gordurosos, prefira as preparações cozidas, assadas, grelhadas ou refogadas, pois fornecem menor teor de gordura e consequentemente menos calorias;

- os cereais integrais são fontes de carboidratos, que fornecem energia ao organismo. Procure incluí-los em todas as refeições, pois são ricos em nutrientes e fibras, que dão sensação de saciedade e regularizam o funcionamento do intestino;

- a semente de linhaça e a semente de chia, além de ricas em fibras que auxiliam na redução do apetite, fornecem ômega 3, um aliado contra manchas e ressecamento da pele. Use-a nos sucos, saladas e sopas;

- a castanha-do-brasil e as nozes são boas fontes de proteína e de nutrientes antioxidantes. Coma um punhado ao dia, para manter as unhas e cabelos saudáveis;

- para lanches boas opções são sanduíches naturais, que devem ser preparados na hora do consumo. Vale lembrar que não substituem refeições como: almoço e jantar;

- o betacaroteno e o licopeno são substâncias que auxiliam na obtenção e manutenção do bronzeado. O betacaroteno está presente em alimentos como: cenoura, abóbora, mamão, manga, pêssego, entre outros. Já o tomate, a melancia, o morango e a goiaba são alguns dos alimentos fontes de licopeno. Procure incluí-los em sua alimentação antes de se expor ao sol e mantenha o consumo durante todo o verão;

- proteja-se do sol. O uso de protetores solares é essencial. A pele do rosto, pescoço, colo e braços, que são áreas mais expostas no dia-a-dia, merecem atenção especial. Para protegê-la dos raios UVA, responsáveis pelo envelhecimento, é necessário usar diariamente o filtro solar de fator de proteção acima de 15. Evite a exposição ao sol, entre 10 e 16 horas;

- escolha uma atividade física que lhe agrade: caminhar ou pedalar ao ar livre são boas opções.

Por Jessica Moraes

Comente