Especialista desvenda mitos sobre a endoscopia

endoscopia

Foto - Shutterstock

Mesmo prevenindo e tratando desde uma simples gastrite até hemorragias e tumores em seu estado inicial, a endoscopia digestiva ainda é vista com receio pela população.

Segundo a Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED) o exame é importante para detectar problemas, que vão desde o diagnóstico de doenças do aparelho digestivo, até o tratamento de cânceres no estágio inicial.

"O papel da endoscopia é primordial. É um método menos invasivo e que fornece um diagnóstico preciso, além de evitar, em muitos casos, que o paciente seja submetido às cirurgias convencionais, já que por meio do exame é possível visualizar todo o interior do tubo digestivo com detalhes e assim tratar as lesões existentes, evitando o desenvolvimento de um possível tumor", afirma João Carlos Andreoli, presidente da SOBED.

O procedimento é simples. Primeiro é aplicado um anestésico (geralmente em spray) na garganta do paciente, que deve estar deitado na posição lateral. Um protetor bucal é colocado para que ele não feche a boca. Depois é inserido o gastrofibroscópio, pela garganta até o intestino.

Saiba quais são os principais mitos sobre o procedimento de acordo com a SOBED:

O exame é dolorido:

Antigamente o procedimento era feito sem anestesia e com um instrumento não muito flexível, por isso causava dor. Hoje, o paciente recebe um sedativo e o equipamento (gastrofibroscópio) é mais fino e flexível, não causando dor ou desconforto.

Uma reação que varia de cada paciente é o tempo de efeito da anestesia. Alguns voltam ao normal em 30 minutos, outros precisam de quase um dia inteiro, afirma Andreoli. "Por meio da endoscopia é possível detectar uma gama de doenças gastrointestinais, podendo até curar cânceres em estágio inicial", completa o endoscopista.

Pode causar choque anafilático:

A probabilidade é muito pequena e não há casos relatados. Na verdade a hipótese existe não pelo procedimento em si, mas sim pelo anestésico que é aplicado antes do exame.

O exame demora:

Em 15 minutos é realizado o procedimento, não mais que isso.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: gastrite endoscopia