Entenda a Infecção Urinária

Entenda a Infecção Urinária

Infecção urinária é a invasão do trato urinário (rins, pelve renal, ureteres, bexiga e uretra) por microorganismo essencialmente por bactérias. É mais frequente nas mulheres devido a apresentarem a uretra mais curta, o que permite às bactérias atingirem a bexiga com maior facilidade. A infecção pode variar de intensidade conforme as defesas da mulher, da virulência (força) e quantidade de bactérias que se instalaram.

Normalmente, a urina da bexiga é estéril e as bactérias que conseguem vencer os mecanismos naturais de proteção e chegar à bexiga são expulsas pela micção. O ato de urinar é um dos mais importantes mecanismos de defesa contra a proliferação das bactérias que invadem a bexiga, pois estas são eliminadas à micção. Se as bactérias multiplicarem-se mais rapidamente que a capacidade da bexiga em expulsá-las pela micção, a infecção acontece.

Quais são as causas da infecção urinária? Há fatores que isolados ou conjuntamente, são necessários para que ocorra a infecção da bexiga:

1-Colonização periuretral (ao redor da uretra) pelos microorganismos provenientes da flora intestinal por fatores como defecação, sudorese e higiene pessoal inadequada.

2- O intercurso sexual é um dos fatores mais importantes da cistite em mulheres, pois através dos movimentos de penetração, facilita a introdução de bactérias da região periuretral até a bexiga.

3- Os fatores naturais de proteção tais como a acidez natural da urina, o muco vesical e a secreção local de imunoglobulinas precisam ser excedentes para que ocorra a infecção.

4- Alterações da imunidade geral e local da região periuretral e da bexiga.

5- Diabetes.

6- Alergia a componentes usados em produtos de higiene íntima tais como sabonetes, cremes, loções, óleos, sais para banho etc.

7-Anormalidades obstrutivas ou estruturais do trato urinário como tumores, estreitamentos, cálculos etc.

8-Gravidez, onde o risco para o desenvolvimento de cistite é dobrado.

9-Menopausa.

10-Uso de sonda uretral ou instrumentação das vias urinárias.

11-Atividade sexual frequente aumenta o risco de cistite. Cerca de 80% dos casos ocorrem nas 24 horas que se seguem ao coito.

Sintomas: Ardência ao urinar, a chamada disúria, queixa mais comum. Dificuldade ou sensação urgente para urinar. Urina muitas vezes, mas pouco de cada vez (poliquiúria). Pode ter presença de sangue (hematúria). Urina concentrada e fétida.


O médico depois de saber os sinais e sintomas, pede um exame da urina para confirmar a infecção e descobrir qual o agente infeccioso. Tratamento: As mulheres devem ingerir maior quantidade de água para aumentar a urina, ajudando a eliminar o agente infeccioso. Antibiótico e analgésico do trato urinário prescrito pelo médico.

Por Dra. Maria Cecilia Hessel Lopes, ginecologista/obstetra.Título de especialista ( TEGO) 0674/2004.Especialização em Endócrino-Ginecologia pela USP. Pós graduação em Sexualidade Humana pela USP, MBA Executivo da Indústria Farmacêutica pela FGV/ SP, Especialização em Pesquisa Clínica pela INVITARE- SP.

Comente