Emagrecimento rápido pode fazer mal à saúde

emagrecimento

Shutterstock

Na luta contra a balança, algumas pessoas recorrem a dietas na ideia de ficarem magras de um dia para o outro. Nem tudo o que se escuta por aí funciona, mas, entre tantos mitos, há uma verdade: essas fórmulas mágicas podem fazer muito mal ao organismo.

É realmente difícil ter paciência quando o assunto é emagrecer, mas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a perda de um quilo a um quilo e meio por semana, no máximo, é o recomendado para um emagrecimento seguro.

Mais do que isso: é extremamente importante que um médico especialista em perda de peso ou um nutricionista esteja assessorando esse emagrecimento. Uma dieta ruim pode causar problemas de pele, problemas capilares, estomacais e intestinais. Os riscos de complicações físicas e até psicológicas existem porque o corpo precisa de tempo para se adaptar às mudanças de peso.

"Quando não se respeita esse tempo, essa redução acelerada de peso afeta a disposição e a saúde, causando problemas como mal estar, queda da pressão e desmaios, explica o gastroenterologista Sérgio Barrichello , médico e cirurgião geral da Clínica Healthme, também endoscopista e especialista em emagrecimento.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: saúde emagrecimento dieta