Dores que não devem ser ignoradas

Dores que não devem ser ignoradas

Foto: reprodução/ Corbis

Dor de cabeça, nas costas, abdominais. Dor no corpo todo. Todos os dias ouvimos alguém se queixar ou enfrentamos dores corriqueiras e achamos que se trata de algo passageiro. Tomamos ou "receitamos" algum analgésico e a sensação é a de que está tudo certo. Mas não é assim que deveria ser. Estudos indicam que 64% dos brasileiros tentam se livrar da dor sem procurar ajuda médica, o que é bastante preocupante. Algumas dores você não deve ignorar, pois podem indicar algo mais grave.

Observe a intensidade e o tipo da dor antes de levantar suspeitas e se apavorar. O alerta é apenas para não sair tomando remédios com frequência sem avaliar a causa. Se no dia anterior a uma dor na coluna, por exemplo, você fez um exercício intenso e fora do seu ritmo, é natural que o seu corpo esteja sentindo os efeitos. Já se observar que não há motivo aparente, fique atenta.

Dores e seus problemas mais comuns

A dor de cabeça, por exemplo, pode ter origem de alterações hormonais à hipertensão. Além disso, pode se tornar crônica quando aliada ao mau uso do analgésico. Portanto, verificar a causa da dor de cabeça é sempre o melhor remédio.

Aquele aperto no peito latejante também deve ser levado a sério. Geralmente ligado a problemas no coração, tende a piorar com estresse e esforço físico. Muitas vidas podem ser salvas com o diagnóstico precoce.

Outra dor bastante ignorada é a dor de garganta, geralmente causada pela amigdalite de origem bacteriana ou viral. Porém, sem o tratamento adequado, baixa a imunidade e pode virar caso de cirurgia.


Cólicas abdominais intensas durante a menstruação podem estar escondendo uma endometriose. Uma inflamação da vesícula biliar começa com uma dor no lado direito da barriga.

Da mesma forma, desde uma postura incorreta e uma atividade física intensa até um câncer no pâncreas podem estar camuflados nas dores nas costas. Por precaução, se não desaparecer em dois dias, sempre é motivo de visitar o médico.

Se você está sempre com aquela sensação de que "um caminhão passou por cima", é bom observar as suas emoções. Ter dores constantes e sem causa aparente pode ser sinal de depressão.

Por Lívany Salles

Comente

Assuntos relacionados: saúde remédio dor costas peito médico cabeça