Doenças femininas do século XXI - invista em prevenção!

Reforçando a saúde feminina

A mulher contemporânea possui um estilo de vida mais intenso e cheio de responsabilidades. Com os cuidados redobrados com a família e com a vida profissional, o resultado do excesso de obrigações muitas vezes não é tão agradável assim: poucas horas de sono, alimentação inadequada e sedentarismo, por exemplo, fatores que consequentemente podem desencadear, a longo prazo, doenças indesejadas.

Os maus hábitos da correria do dia a dia, somados às alterações hormonais, exigem atenção e uma necessidade de mudança. Reveja algumas atitudes e melhore sua qualidade de vida! Saiba como se prevenir das principais doenças que atinge a mulher do século XXI.

Sedentarismo - estudos apontam que as mulheres brasileiras são mais sedentárias que os homens. O sedentarismo é, atualmente, considerado uma doença pela Organização Mundial da Saúde e deve ser tratado como tal. Ele é um dos principais causadores de outras doenças, como a obesidade e o diabetes. A dica é praticar ao menos 30 minutos de atividade física três vezes por semana para combater o sedentarismo e se proteger desse mal.

Estresse e doenças cardiovasculares - A rotina das brasileiras é marcada pelo estresse e, em consequência, pelo aumento de doenças cardiovasculares. Diminuir as obrigações femininas é quase impossível, mas dá para mexer na rotina e melhorar a alimentação, além de fazer exercícios para manter a saúde em dia.

Câncer de mama - Um estudo publicado no periódico Radiology constata que a mamografia reduz significantemente a mortalidade por câncer de mama. Uma pesquisa, realizada pela HealthStat Consulting, dos Estados Unidos, aponta que mulheres diagnosticadas com câncer a partir de um exame de mamografia costumam ter tratamento mais simples, menos chance de reincidência do problema e menor índice de mortalidade em comparação a mulheres que descobriram a doença por outros métodos de detecção.


Osteoporose - A diminuição do estrogênio, típica da menopausa, causa uma perda óssea importante. Tomar quinze minutos de sol três vezes por semana, mantenha uma dieta rica em vitaminas e minerais, além da prática regular de atividade física são boas medidas preventivas. A musculação é uma das melhores atividades para prevenir a osteoporose, pois esse tipo de exercício traz o aumento na densidade óssea da coluna e do quadril, áreas mais comumente afetadas pela osteoporose nas mulheres.

Por Jessica Moraes

Comente