Dicas para prevenir o resfriado

Dicas para prevenir o resfriado

Dormir bem ajuda a combater gripes e resfriados.

Nessa época do ano um único dia pode ter as quatro estações do ano. E haja saúde para suportar mudanças do calor pro frio e ainda com chuva em menos de 24 horas, não é? Por isso é muito comum as pessoas terem gripe ou resfriado, então vale a pena pegar algumas dicas para se prevenir e administrar o problema.

De acordo com o doutor Guilherme Maia, coordenador do pronto-atendimento do Hospital Santa Paula (SP), dores leves na região da cabeça e nuca, irritação na garganta, coriza e obstrução nasal são comuns em resfriados. Quando o quadro é bem mais intenso, com ocorrência de febre alta, pode ser gripe.

Seja gripe ou resfriado, Maia lembra que é importante não se automedicar e alerta para que as pessoas evitem praticar atividade física ou trabalhos pesados em caso de apresentar febre alta, fraqueza, dores no peito e nas juntas. "Se não tratada adequadamente, a gripe pode evoluir e ser uma porta de entrada para infecções mais graves, como pneumonia, infecção nos ouvidos, sinusite etc. O esforço físico aumenta a vulnerabilidade do organismo e desidrata o paciente. O ideal é a pessoa iniciar um tratamento médico e descansar bastante".

O médico indicou sete passos para administrar a doença e evitar a transmissão, confira:

1. Durma bem. Se você tem estado cansado, automaticamente seu corpo está mais vulnerável a viroses. Estudos indicam que quem dorme menos de sete horas por noite tem três vezes mais chances de ficar gripado do que aqueles que dormem mais de oito horas;

2. Mesmo sem fome, procure se alimentar normalmente. Quando a pessoa cede ao desânimo de um princípio de gripe e interrompe as refeições está na verdade oferecendo mais possibilidades para o vírus se alojar;

3. Tome muita água, pelo menos 1,5 litro ao dia. A ingestão de líquidos durante a atividade física é fundamental para hidratar o organismo e manter a temperatura corporal;

4. Aumente a ingestão de vitamina D para regular o sistema imunológico. De acordo com a publicação norte-americana Archives of Internal Medicine, pessoas com baixo nível de vitamina D são mais suscetíveis a contrair gripe. Inclua mais peixes na alimentação, como salmão, atum e sardinha;

5. Lave sempre as mãos. Água e sabão realmente são úteis para matar os germes e evitar que a doença se espalhe ainda mais. Além disso, leve as mãos à boca antes de tossir ou espirrar, evitando assoar o nariz próximo a outras pessoas;

6. Procure ficar mais recolhido. Quem não abre mão de frequentar cinema, teatro, shopping center e outros locais de aglomeração não só se transforma num agente de transmissão da doença, como também está mais vulnerável a contrair outros problemas. Portanto, em caso de gripe vale a pena preferir curtir a própria casa;


7. Não tome antibióticos por conta própria. Resfriados e gripes são causados por vírus, não bactéria. Isso significa que antibióticos serão ineficientes para controlar a gripe, ainda que seja intensa. Além dos efeitos colaterais que podem surgir, eles podem destruir bactérias importantes para o organismo, que previnem outros tipos de infecções.

Comente

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?