Dicas para não pisar errado

Pisar errado conheça os tipos de pisadas

Se você sente dores na coluna, nos quadris ou nos joelhos, saiba que ela pode ser causada pela maneira como você pisa. Segundo especialistas, observar o desgaste da sola do calçado é uma forma simples de avaliar se há algo errado com a sua pisada.

O Dr. Benjamin Apter, especialista em Medicina Esportiva, Fisiologia do Exercício e diretor da rede de academias B-Active explica. "Para corrigir este problema, é preciso procurar ajuda profissional. Hoje em dia, é possível fabricar palmilhas que se adequam exatamente aos pés e corrigem os desequilíbrios da pisada," afirmou.

Segundo o especialista, testes dinâmicos, realizados com o auxílio de uma plataforma eletrônica, registram a impressão plantar dos pés e, a partir dos resultados, é confeccionada uma palmilha personalizada. A tecnologia mostra-se mais eficaz do que os testes estáticos, que foram a base da fabricação de palmilhas durante muitos anos. "A avaliação dinâmica consegue identificar os pontos de maior contato durante a pisada. Inclusive, é possível notar diferenças entre o pé esquerdo e o direto e, assim, fabricar palmilhas que corrijam os desequilíbrios de cada lado corpo," lembrou o médico.

Pesquisas mostram que existem três tipos de pisada:

Neutra - a pisada se inicia no lado externo do calcanhar e com uma rotação moderada termina no centro da planta do pé.

Pronada - a pisada se inicia no lado externo do pé, mas com uma rotação acentuada termina no dedão. A sola se desgasta mais na parte interna.

Supinada - a pisada se inicia no lado externo do calcanhar, mantêm o contato com o solo nesta região e termina no dedinho do pé. O solado costuma se desgastar mais rapidamente na parte externa.

Por Catharina Apolinário

Comente