Dia Mundial da Diabetes

Dia Mundial da Diabetes

Foto Divulgação

O diabetes afeta cerca de 246 milhões de pessoas em todo o mundo. De acordo com a Federação Internacional de Diabetes até 2025, esse número deva aumentar para 380 milhões. No entanto, metade das pessoas que têm diabetes desconhece sua condição, fator perigoso, pois descobrir tardiamente a doença pode complicar o tratamento.

Para chamar atenção da população para a importância do combate à doença, hoje, Dia Mundial da Diabetes, mais de 800 monumentos e prédios em todo o mundo serão iluminados com a cor azul.

No Brasil, pelo menos 50 locais irão participar da campanha. Lugares como o Elevador Lacerda, na Bahia, o Maracanã e o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e o Masp, em São Paulo estarão iluminados com a cor azul.

Desenvolvido como parte da campanha mundial de conscientização "Unidos pelo Diabetes" em 2007, o círculo azul se transformou em símbolo global do diabetes. Representando a vida e a saúde.

Segundo dados do Ministério da Saúde, em 20 anos o Brasil deverá passar para o oitavo lugar no ranking mundial de pessoas maiores de 18 anos com diabetes. Estima-se que o número de portadores de diabetes chegue a 17,6 milhões, duas vezes mais que hoje.

Por isso, uma boa forma de combate é o conhecimento sobre os sintomas da doença, para assim poder tratá-la evitando complicações posteriores.

  • Sede excessiva
  • Rápida perda de peso
  • Fome exagerada
  • Cansaço inexplicável
  • Muita vontade de urinar
  • Má cicatrização
  • Visão embaçada
  • Falta de interesse e de concentração
  • Vômitos e dores estomacais, freqüentemente diagnosticados como gripe.

O número de pessoas que têm a doença e não sabem é grande, pois o diabetes do tipo 2 - mais freqüentes em adultos, apresentam sintomas com menores intensidades, ou podem não apresentar sintoma algum.

Comente

Assuntos relacionados: saúde prevenção diabetes