Depressão é comum no inverno

depressão inverno

Shutterstock

Os dias mais curtos e cinzentos do inverno podem estimular a depressão, sabia? Fazendo com que parte da população se sinta mais deprimida e com frequentes sinais de cansaço.

Estes sintomas podem caracterizar a depressão sazonal. A necessidade quase obsessiva de se refugiar no sono também é um forte indício da disfunção. O problema é que as horas de sono não significam que a pessoa conseguiu descansar. E quando levantar da cama é uma obrigação, a sonolência tende a permanecer ao longo do dia, provocando elevada irritabilidade.

A doença está relacionada à ausência de luz, aos dias mais escuros, típicos do inverno.

Segundo o neurologista do Instituto de Medicina e Sono de Campinas e Piracicaba, Shigueo Yonekura, os sintomas da depressão sazonal se agravam em dias nublados e ao entardecer.

Ele explica que a serotonina, neurotransmissor que regula o humor, a energia e o apetite, atinge o pico quando a pessoa está exposta à luz. No inverno, a equação dia-noite é naturalmente desfavorável à claridade.

"A produção de serotonina tende a diminuir nesta época do ano", afirma o neurologista. A maior incidência da depressão sazonal se dá entre os 20 e 40 anos de idade, mas ela pode ocorrer em qualquer fase da vida, inclusive na infância. Em alguns casos, a doença pode se tornar crônica e durar meses, anos e até a vida toda. Diante deste fato, Yonekura recomenda o acompanhamento médico, determinante na recuperação do paciente.

Sintomas da depressão agravada pelo inverno:

-Sonolência

-Tristeza

-Alteração de humor

-Falta de motivação

-Perda de energia

- Dificuldades de concentração

-Hipersonia (cansaço crônico)

O que fazer para evitar?


Aproveitar a luz do dia, passear ao ar livre, abrir as janelas e programar férias de inverno lugares agradáveis são dicas do neurologista para combater o problema. Durante este período também é importante continuar com as atividades físicas. Dentro de casa, procure usar luz fria ou lâmpada fluorescente, que é mais clara que a incandescente.

Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: depressão inverno