Copa do Mundo: cuidado com a audição

Copa

Foto - Shutterstock

A Copa do Mundo vem por aí! Em breve milhares de torcedores estarão presentes nos estádios das 12 cidades que sediarão jogos dos 32 países participantes. O País inteiro vai entrar em clima de festa, e como em toda celebração, vai ter muito barulho.

Imagine os gritos da torcida, rojões, bombas, baterias, caixas de som e todos os outros ruidos. Tome cuidado. O exesso de barulho pode trazer consequências irreversíveis para a audição.

Durante uma partida de futebol, o nível de ruído dos estádios pode ultrapassar com facilidade 115 decibéis. De acordo com a Norma Reguladora de Segurança e Saúde, uma exposição de apenas 7 minutos a este nível de barulho já é suficiente para causar danos ou perda permanente da audição", explica a fonoaudióloga da Starkey, Camila Quintino.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde o limite de suporte do organismo humano à poluição sonora é de 65 decibéis, mas é a partir de 85 decibéis que o sistema auditivo passa a estar realmente comprometido.

Sintomas de uma audição prejudicada:

- Zumbido que passar naturalmente

- Sensação de ouvido tampado

- Tontura

- Sensação de pressão

- Estalos no ouvido

Esse tipo de desconforto é causado pelo próprio sistema auditivo, que tenta nos proteger dos sons muito fortes. O problema é que, após certo tempo de exposição ao barulho excessivo, o próprio sistema auditivo entra em fadiga, gerando, a perda auditiva de forma gradativa e depois definitiva.

Ruído pode ocasionar perda auditiva irreversível.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os ruídos são a terceira principal causa de poluição mundial. Ela é irreversível, pois lesa as células ciliadas, localizadas dentro do órgão interno auditivo, que não são regenerativas.

De acordo com a fonoaudióloga, a melhor maneira de proteger os ouvidos contra os danos causados pelo ruído dos estádios de futebol é usando protetores auriculares.

Produzidos com materiais especiais, eles oferecem a atenuação específica para cada situação. "Também é importante evitar a aproximação de pessoas que soltam rojões ou bombas e também das caixas de som, já que o ruído é muito intenso", orienta Camila.

Tomando os cuidados necessários não há com o que se preocupar. Aproveite a Copa e preserve seus ouvidos!


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: audição barulho copa do mundo