Homeopatia não é mais eficaz que placebo, afirma conselho

Após vários estudos, conselho australiano concluiu que medicamentos homeopáticos não apresentaram resultados suficientemente confiáveis
homeopatia

foto: Shutterstock

A homeopatia consiste em utilizar a mesma substância presente no sintoma da doença no tratamento do paciente, em doses bem diluídas, no objetivo de restabelecer o equilíbrio do organismo. Embora seja o segundo sistema médico mais utilizado no mundo, a homeopatia ainda é considerada uma terapia alternativa, ou seja, não há comprovação científica de sua eficácia.

No entanto, havia muitas dúvidas e estudos inconclusivos sobre o tema. Mas uma nova pesquisa realizada pelo Conselho Nacional de Saúde e de Pesquisa Médica (NHMRC), da Austrália, chegou a um consenso: a homeopatia não é mais eficaz do que o placebo - este que é um método ineficaz de cura, mas que apresenta efeitos terapêuticos devido aos efeitos psicológicos do paciente.


Para chegarem as essas conclusões, eles reuniram outros estudos próprios realizados desde 1997, somando um total de 225 análises, cada um classificado desde um (muito forte) a quatro (muito fraco) para determinar a confiabilidade de suas conclusões.

Além disso, embora a homeopatia tenha dado alguns sinais mais eficazes que os placebos em alguns casos, como TDAH, fadiga crônica, úlceras e depressão, por exemplo, o conselho considerou que os experimentos não foram conduzidos de forma adequada e não apresentaram resultados suficientemente confiáveis.

Segundo os membros do conselho, um tratamento é considerado efetivo se ele provoca melhorias que não podem ser descritas pelo efeito placebo (psicológico) ou somente pelo acaso; é preciso uma melhoria contínua, e também significativa, para que o medicamento homeopático possa ser considerado bem sucedido.

Sendo assim, o conselho concluiu que não há nenhuma evidência sólida de que a homeopatia possa ser melhor até do que placebos na condição de fazer o paciente se recuperar.

Opinião contrária

Apesar da conclusão, a Associação Homeopática Australiana enviou resposta formal ao NHMRC sugerindo que o conselho tenha uma abordagem mais abrangente da análise da eficácia da homeopatia.

“Considere uma avaliação econômica em grande escala dos benefícios de um sistema mais integrado e que respeita e defende a escolha do paciente na prestação de cuidados de saúde”, em resposta formal publicada no jornal inglês “The Guardian”.

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: homeopatia medicina alternativa