Como se prevenir de doenças trazidas pela chuva

Como se prevenir de doenças trazidas pela chuva

Foto/ Reprodução Facebook Ashton Kutcher

O ator Ashton Kutcher, em visita ao Brasil, divertiu-se com a chuva nas ruas paulistanas e até postou uma foto em seu Facebook. Mas a prática não deve ser repetida, principalmente por crianças que brincam durante as chuvas de verão, em poças, goteiras ou ruas alagadas, pois diversas doenças podem surgir por conta do contato com a água suja.

A infectologista Camila Delfino, da Beneficência Portuguesa de São Paulo, lembra que algumas doenças causadas pelo contato com a água da chuva apresentam sintomas. Segundo Camila os sinais podem demorar de dois a 30 dias para se manifestarem. A médica aponta alguns deles e possíveis doenças:

Leptospirose: Febre, sensação de mal estar, dor de cabeça, dor muscular intensa, cansaço e calafrios, dor abdominal, náuseas, vômitos e diarreia.

Hepatite A: Febre, sensação de mal estar, dor de cabeça, dores nas articulações, dor abdominal, cansaço, falta de apetite, mucosa e pele amarelada, icterícia e urina de cor escura.

Dengue: Febre alta, dores nas articulações, manchas vermelhas na pele, dor no globo ocular e vômitos.

Para alertar a população sobre os cuidados necessários para evitar o contágio a infectologista dá algumas dicas:

- Imóveis afetados pela água das chuvas devem ser limpos, interna e externamente, com solução de água sanitária diluída em água limpa. Para cada 20 litros de água deve se usar dois copos de água sanitária. No caso das caixas d´água, a proporção é de um litro de água sanitária para cada mil litros de água.

- Descartar todos os alimentos e medicamentos que estiveram em contato com a lama ou água da enxurrada. Mesmo os alimentos que permaneceram embalados e secos.

- Só consumir água filtrada ou fervida.

- Pneus, latas, garrafas e vasos de plantas podem criar condições favoráveis à proliferação de doenças como a dengue, por isso, por isso é fundamental mantê-los limpos e secos.

Por Catharina Apolinário

Comente