Cientistas descobrem dez subtipos do câncer de mama

Cientistas descobrem dez subtipos do câncer de mam

Foto Nutdanai Apikhomboonwaroot/http://bit.ly/e0UB7E

Um grupo de cientistas das universidades de Cambridge, na Grã-Bretanha, e Columbia Britânica, no Canadá, realizou estudo e chegou à conclusão de que o câncer de mama na verdade é formado por dez tipos diferentes de tumores. Foram analisados 2 mil tumores, durante cinco anos, e a conclusão é que eles são causados por mutações genéticas diferentes o suficiente para receberem tratamentos específicos.

"O câncer de mama não é só uma doença, mas dez doenças distintas. São doenças realmente diferentes entre si do ponto de vista clínico e biológico, já que nelas agem diferentes genes. Essa descoberta representa uma perspectiva completamente nova do câncer", afirmou o coordenador do estudo, o médico português Carlos Caldas, da Universidade de Cambridge.

Um outro gene, desconhecido até agora, chama a atenção dos pesquisadores, que acreditam que o sistema imunológico reconhece os tumores e reage contra eles. Se conseguirem descobrir, como, neste caso, o sistema imunológico é ativado, poderiam encontrar formas de estimular o organismo contra os demais subtipos de câncer de mama.


O grupo reunirá as conclusões do estudo em um novo mapa contra o câncer de mama, tanto no âmbito clínico, como no laboratorial. Os testes clínicos deverão levar em conta essas informações e cada um dos tipos descobertos. Embora não descarte a existência de algum tipo adicional além dos dez identificados, o cientista acredita que esses são os principais e que, a partir de agora, os pesquisadores encontrarão suas ramificações.

Por Carmem Sanches

Comente