Câncer de mama - cuidado com os maus hábitos

hábitos que evitam o câncer de mama

Uma das principais causas de morte em mulheres, o câncer de mama pode ocorrer por herança genética como também em decorrência dos maus hábitos.

Alguns fatores ambientais e comportamentais podem estar associados ao risco de câncer de mama e, apesar de não haver evidências conclusivas em seguir estratégias de prevenção, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) recomenda que seja avaliado os fatores de risco, principalmente a obesidade e o tabagismo. O Instituto também aponta em um relatório que uma alimentação saudável e atividades físicas reguladas também contribuem como algumas das formas mais importantes de se proteger contra o câncer, já que essas medidas afetam diretamente na questão da obesidade.

Outro estudo elaborado pelo Centro de Pesquisas sobre Câncer Fred Hutchinson propõe algumas medidas específicas para a prevenção do câncer de mama:

1. Evite o excesso de peso. A obesidade aumenta o risco de câncer de mama após a menopausa. Evite ganhar peso ao longo do tempo e tente manter um índice de massa corporal de 25 ou menos (calculadoras podem ser encontrados online).

2. Alimente-se de forma saudável. Abrace uma dieta rica em vegetais e frutas e evite bebidas com açúcar, carboidratos refinados e alimentos gordurosos. Coma proteína magra, como peito de frango e de peixe. E a carne vermelha sempre com moderação. Prefira os óleos vegetais.

3. Não deixe de praticar exercícios físicos. A pesquisa sugere que o aumento da atividade física, mesmo quando iniciada mais tarde na vida, reduz o risco de câncer de mama em 10%, pelo menos. Basta um exercício moderado, como caminhar 30 minutos cinco dias por semana para conseguir esse efeito de proteção.

4. Beba pouco ou nenhum álcool. O uso de álcool está associado com um risco aumentado de câncer de mama. As mulheres devem limitar a ingestão a não mais que uma bebida por dia, independentemente do tipo de álcool.

5. Evite a terapia de reposição hormonal, que pode aumentar o risco de câncer de mama. Se você deve tomar hormônios para controlar os sintomas da menopausa, evite aqueles que contêm progesterona e limite seu uso a menos de três anos. "Hormônios bioidênticos", cremes hormonais e géis não são mais seguros do que os hormônios da prescrição, e também devem ser evitados.

6. Medicamentos bloqueador de hormônios: mulheres com história familiar de câncer de mama ou que tenham mais de 60 anos devem conversar com seu médico sobre os prós e contras das drogas bloqueadoras de hormônios, como o tamoxifeno e o raloxifeno.

7. Não fume. Fumar a longo prazo está associado a um aumento do risco de câncer de mama em algumas mulheres. Procure ajuda se for necessário para largar o tabagismo.

8.Amamente o maior tempo possível. Mulheres que amamentam seus bebês por um ano no mínimo têm um risco menor de desenvolver a doença mais tarde.

Além de todos esses hábitos mais saudáveis é imprescindível monitorar as mamas ao menos duas vezes por ano. Fazer somente o autoexame não basta. A mamografia (detecção de raio-X) também deve ser realizada e demais exames que forem sugeridos pelo seu médico. E tenha uma mente também saudável, porque viver bem e com alegria também é uma grande recomendação, para evitar qualquer tipo de doença.


Por Jessica Moraes

Comente