Caminhada "Pare a Dor" alerta sobre a dor crônica

Caminhadador

Foto - Shutterstock

A dor crônica é um problema que atinge 30% da população mundial, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), e mais de 60 milhões de pessoas no Brasil.

Hoje, a atividade física regular é considerada a melhor ajuda no tratamento da dor crônica. Por conta disso, a Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED) está realizando as Caminhadas Pare a Dor em todas as quintas-feiras e sábados, na cidade se São Paulo.

Os interessados em participar só precisam comparecer ao Portão 7 do Parque Ibirapuera, na Avenida República do Líbano, às 8h20, retirar uma camiseta e juntar-se ao grupo para começar os exercícios.

Os exercícios feitos com acompanhamento médico fazem bem ao paciente e melhoram seu nível de dor. Além da amenização dos sintomas físicos, as caminhadas tem a missão de conscientizar a população sobre importância do exercício físico acompanhado por profissionais.

"Já contamos com um grupo assíduo. São aproximadamente cinco quilómetros, realizados em ritmo adaptado para o caminhador, com três variantes de velocidades", explica Mariana Schamas, fisioterapeuta sempre presente às caminhadas de São Paulo.

A equipe de profissionais de saúde é composta por fisioterapeutas, que acompanham as pessoas durante os exercícios e realizam seções de alongamento antes e depois do percurso. A campanha passa por outras capitais do Brasil, como Rio de Janeiro, Porto Alegre, Natal, Florianópolis e Salvador.

A ação faz parte da campanha "A Dor Para a Vida das Pessoas. Pare a Dor", realizada desde 2009 com o objetivo de incentivar as pessoas que sofrem com dor crônica a praticar atividades físicas regularmente e tem o apoio da Zodiac Farmacêutica.


Por Vila Mulher

Comente