Cães e gatos - quantas vezes levar ao veterinário?

Com que freqüência levar os animais ao veterinário

Quem tem filhotes em casa normalmente mantém o hábito de visitar regularmente o veterinário para checar como está o desenvolvimento de seu cãozinho ou gato e administrar as vacinas recomendadas.

Na idade adulta, no entanto, as consultas de rotina costumam ser deixadas de lado. Porém, o ideal seria que os animais de estimação adultos e senis passassem por consultas de check up pelo menos a cada seis meses.

Segundo o veterinário Régis Patitucci, da clínica Stetic Dog’s, de São Paulo, os proprietários brasileiros procuram o veterinário geralmente quando há algum problema.

"Quando isso acontece, a doença pode estar em um estado avançado. As consultas e exames ajudam muito na prevenção e no tratamento precoce das doenças. Mas a sensibilidade do dono também tem muita importância. Há quem nos procure assim que percebe que o animal amanhece estranho. Ao unir consultas semestrais, exames profiláticos e a sensibilidade do dono, é possível prevenir ou controlar bastante coisa", ressalta.

Aos quatro anos de idade, os cães e gatos são considerados adultos e devem ser submetidos a um conjunto de exames em seu check up. Se o animal estiver aparentemente saudável, o ideal é fazer um acompanhamento que inclui exames de sangue, função renal, função hepática, glicemia, eletrocardiograma, radiografia do tórax e ultrassom. "Se encontramos alguma alteração, indicamos os exames que consideramos necessários para identificar melhor o quadro de saúde do pet", explica Patitucci.

A revacinação anual é um ponto importante das consultas. Além da raiva, há uma série de doenças que podem ser evitadas. A Pfizer Saúde Animal possui um amplo portfólio de vacinas que auxiliam na proteção dos filhotes e animais adultos, sendo as principais para a prevenção da raiva, cinomose e outras doenças. Outro hábito deve ser a vermifugação dos cães e gatos e o controle de parasitos externos.

"Se os pets não estão em área de risco, a vermifugação deve ser feita a cada seis meses. Já o controle de parasitos externos, como pulgas e carrapatos, deve ser feito mensalmente", orienta o especialista.


Além das doenças que podem ser prevenidas, os principais problemas em cães e gatos adultos que podem ser identificados e tratados precocemente em consultas de rotina são: tártaros, que causam problemas de mastigação e podem levar à insuficiência renal quando não tratados, problemas nos olhos e nos ouvidos.

Por Jessica Moraes

Comente