Cães adestrados identificam câncer de próstata

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
cão adestrado câncer próstata

foto divulgação: Ricardo Cazarotte

Ao longo de dois anos, a cadela Life, da raça Pastor Belga Malinois, foi treinada por Ricardo Cazarotte, adestrador e idealizador do programa Doutores de Patas, para um novo método de detecção do câncer de próstata. O estudo avalia a capacidade de cães identificarem sinais da doença na urina de pacientes por meio do olfato.

Com base em pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), O treinamento conduziu a cadela Life a identificar amostras de urina com sinais positivos de presença do câncer. "Utilizamos o método de sensibilização do olfato pelo contato prolongado com o material", afirma Cazarotte. De todas as avaliações, o animal apresentou 100% de acerto na detecção da doença em 402 testes feitos.

O método é uma alternativa de baixo custo para auxiliar no diagnóstico do câncer de próstata. "Atualmente, são realizados exames de sangue, de toque e biópsia, sendo este último oneroso para o governo e altamente invasivo aos pacientes, oferecendo até risco de morte", diz Rodolfo Borges Reis, pesquisador da USP - Ribeirão Preto.

O câncer de próstata é o de maior incidência entre os homens, responsável por mais de 22% dos diagnósticos no Brasil. A possibilidade de identificação da doença pelo olfato se baseia em evidências de que o câncer produza odores específicos que os cães são capazes de identificar. Depois de finalizada a fase experimental, a pesquisa prevê a doação da cadela Life para o Hospital do Câncer de Barretos (SP).


  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: câncer de próstata cachorro