Brasileira que vive na Austrália luta contra câncer no cérebro

Thaline Moreira da Silva arrecada fundos para seu tratamento a partir da ferramenta de financiamento coletivo Go Fund Me
câncer cérebro Thaline

Foto: Go Fund Me

Uma brasileira que foi viver na Austrália para estudar, trabalhar e começar uma nova vida foi diagnosticada com um tipo agressivo câncer no cérebro, o Glioblastoma Multiforme – Grau de Risco 4. De acordo com o site Daily Mail, o sorriso irregular da estudante foi predominante para que eles descobrissem uma paralisia leve na face, característica do tumor.


Thaline Moreira da Silva, de 30 anos, saiu do Brasil e foi recomeçar a vida na Austrália em agosto de 2014. Inicialmente ela viajou para aprender inglês e estudar Gerenciamento de Negócios e posteriormente conseguiu um estágio em uma empresa de Arquitetura & Marketing. O sucesso da garota foi tanto que a empresa chegou a oferecer patrocínio para o visto da mulher, para que ela pudesse permanecer na Austrália como profissional.

câncer cérebro Thaline

Foto: Go Fund Me

câncer cérebro Thaline

Foto: Go Fund Me

Para isso, Thaline precisaria fazer um exame de ingles (IELTS) e assim realizaria seu grande sonho, o “Sponsorship”. O que ela não imaginava era que no dia que ela iria realizar a prova, tudo mudou.

"Eu vinha sofrendo de dores de cabeça nas últimas duas semanas, perdendo muito peso e no sábado (21/11/2015), pouco antes do meu exame, eu acordei com uma forte dor de cabeça, vômitos e tive um desmaio.

Fui levada as pressas para o hospital onde passei por uma Ressonância Magnética da cabeça e fui diagnosticada com um grande tumor no cérebro que estava causando muita pressão intra-craniana", relatou.

De acordo com ela, os médicos disseram que teriam que opera-la imediatamente dentro de 24 horas. Com a pressa ela só teve tempo de avisar a alguns parentes e amigos, foi um verdadeiro desespero.

"Passei a noite em claro pedindo a Deus a misericórdia pela minha vida e em poucas horas eu estava na sala de operações", desabafa.

câncer cérebro Thaline

Foto: Go Fund Me

Após a cirurgia, outro baque. Seu seguro de saúde não cobria os custos do tratamento de radioterapia e quimioterapia. Voltar ao Brasil para a mulher também seria inviável pois colocaria sua vida em risco pelo fato de ter de refazer todos os exames quando não se tem muito tempo.

Segundo Thaline, o hospital não aprova o inicio do tratamento até que ela consiga provar sua liquidez financeira. Foi aí que ela criou uma página na ferramenta Go Fund Me para arrecadar fundos e salvar sua vida.

Caso haja excesso de doações a mulher já deixou avisado que doará o valor para o Instituto de Câncer da Austrália, para ajudar nas pesquisas e estudos para o tratamento e cura da doença.

câncer cérebro Thaline

Foto: Go Fund Me

Graças a Deus sou abençoada por viver cercada de pessoas maravilhosas desde o Brasil e também desde que cheguei na Austrália, e agora estou contando com pessoas solidárias de todo o mundo que estejam dispostas a me ajudar.

"Quem me conhece sabe o quanto eu amo a vida! Eu amo viver! Enquanto eu, meus familiares e amigos enfrentamos essa difícil jornada pela frente, eu ainda tenho muitos sonhos para a minha vida, só preciso da oportunidade de me tratar", finaliza.

É possível ajudar Thaline a partir da página do Go Fund Me.

Por Thamirys Teixeira

Comente