Bactérias da Obesidade

bacteria

O assunto de emagrecimento é muito complexo e a cada momento surgem novas experiências na tentativa de explicar a obesidade.

A obesidade depende de muitos fatores e fica difícil afirmar que tem apenas um motivo. Assim, cientistas do mundo todo vêm trabalhando na busca das suas causas.

Pesquisadores da Universidade Washington em Saint Louis dos Estados Unidos da América, publicaram que no intestino dos seres humanos existem dois tipos de bactérias, as quais eles denominaram de firmicutes e as bacteriodetes.

As firmicutes, segundo eles, conseguem converter carboidratos complexos em açúcares simples como a glicose, fato este que as demais bactérias não conseguem. Daí resulta que mais glicose é armazenada no corpo das pessoas.

Fizeram a experiência com ratos em dois grupos. Foram separados: um com bactérias firmicutes e outro sem elas. Os dois grupos receberam alimentação super-calórica com gorduras e açúcares. O grupo das cobaias que tinham firmicutes armazenou mais glicose e conseqüentemente mais gordura corporal.

O resultado é compatível com a realidade, pois o intestino do ser humano possui um grande número de bactérias. Elas ajudam na digestão dos alimentos e até combatem as que são patogênicas (que causam doenças intestinais).

Na alimentação saudável, isto é, balanceada, sem muitos alimentos processados, a digestão se faz de maneira mais eficaz. É extraído apenas o necessário para o organismo. Com as bactérias agora encontradas, aquilo que seria descartado por não ter sido decomposto além de não ser aproveitado, ainda se converte em gordura.

Quero dizer aos leitores e leitoras que isto tem sentido, mas não é tudo. Por enquanto não se podem erradicar as tais bactérias do intestino. Pode ser que daqui alguns anos haja um medicamento que as elimine. Mesmo assim não sabemos o que poderá acontecer nesses casos.

Muita calma e sugiro que no momento o que se pode fazer é evitar alimentos muito calóricos, comer pouco e várias vezes ao dia, tomar no mínimo dois litros de água por dia e fazer exercícios físicos.

Por Dr. José Rui Bianchi

Médico psiquiatra e Autor do livro

"Emagrecer também é Marketing" - DVS Editora

Comente