Ansiedade tem cura?

Ansiedade tem cura

Foto - Bob Thomas/Corbis

Todas nós sofremos de ansiedade, umas mais e outras menos. Sabe aquela viagem programada para as férias ou aquele jantar marcado para sexta à noite que não chega e dá um friozinho na barriga só de pensar? E aquele trabalho que está com prazo apertado ou aquela reunião com todos os diretores da empresa? Situações como essas podem instigar a ansiedade que temos dentro de nós. Porém, a ansiedade exacerbada por um longo período se torna doença e precisa ser tratada.

Segundo a psicóloga Dra. Letícia Guedes, da Clínica Vivencialle, as pessoas que sofrem de ansiedade excessiva geralmente identificam perigo em uma situação com a qual não possui recursos para lidar. "Na maioria das vezes, a pessoa tem dificuldade em permanecer no meio de aglomerações e problemas para dormir e para se concentrar", completa.

Os sintomas que os pacientes ansiosos mais apresentam são: batimento cardíaco acelerado, sudorese [suor em excesso] na palma das mãos e nos pés, sensação de desmaio ou vomito, cansaço, agitação, entre outros fatores comportamentais como preocupações com a falta de dinheiro, família, trabalho, tensões ou medos exagerados (a pessoa não consegue relaxar, está sempre apreensiva), falta de controle sobre pensamentos, imagens ou atitudes, que se repetem independentemente da vontade.

Se não tratada, a ansiedade acentuada acaba desenvolvendo outras patologias, como herpes, gastrite, ulcera e até mesmo um câncer. "Um alerta para diagnosticar a doença pode ser observado quando alguém passa pelo menos 6 meses excessivamente preocupadas com um ou vários problemas cotidianos", explica Letícia. E continua: "A ansiedade pode acarretar também sintomas físicos que causam sofrimento significativo ou deterioração social, ocupacional ou em outras áreas importantes da vida. Precisamos sempre nos alertar quanto aos sintomas".

Existem diversos tratamentos que podem ajudar a amenizar a ansiedade e que ainda ensinam o paciente a lidar com ela. Como Letícia conta, "nós, psicólogos clínicos, submetemos através de um estudo detalhado as razões pela qual levou o individuo a se sentir ansioso, mesmo que ele não saiba explicar os motivos. O diagnóstico precoce e preciso da ansiedade, o tratamento eficaz e o acompanhamento por um prazo longo são imprescindíveis para obter melhores resultados e menores prejuízos".

O poder dos tratamentos alternativos

Tratamentos alternativos também são uma opção. Como a farmacêutica Lucinéia Rocha, da Orange Health, conta, polivitamínicos e óleos funcionais são voltados ao bem-estar e à qualidade de vida do ser humano, repondo nutrientes ausentes no organismo e fortalecendo o sistema imunológico. Esse tipo de medicamento não precisa de prescrição médica, por exemplo.

A procura pelo segmento é tão intensa que chega a movimentar R$ 667,7 milhões anuais no Brasil, segundo pesquisa da IMS. Confira alguns óleos e nutrientes que auxiliam no tratamento:

Complexo B em cápsulas

Auxilia na manutenção da saúde emocional e mental, sendo útil em casos de depressão e ansiedade. Esse é um poderoso aliado. No estômago, as vitaminas B estimulam a liberação e o controle do suco gástrico. Além de contribuir com o controle da ansiedade em si, ajuda nos sintomas de gastrite - típicos dos ansiosos.

Óleo de Linhaça + Prímula + Borragem + Vitamina E

Ameniza sintomas da TPM ou menopausa. Fonte de Ômega 6, estimula a liberação de substâncias relacionadas à sensação de saciedade, reduzindo o apetite, aumenta a imunidade, entre outros benefícios.

Óleo de Prímula

Prímula é uma planta nativa da América do Norte. É rica em ômega 6, mantém a pele saudável e hidratada e é uma forte aliada para atenuar os sintomas da TPM, incluindo alterações de humor, ansiedade e inchaço.

Ômega 3

Sabemos que o ômega 3 está presente no salmão, atum, sardinha, chia, linhaça, óleo de peixe, mas muita gente não consegue consumir ou porque não gosta ou por falta de tempo. O ômega 3 em cápsula não precisa de prescrição médica e traz diversos benefícios. Além de possuir ação anti-inflamatória e fazer bem para o coração, como todos sabem, reduz as cólicas e melhora o humor.

Óleo de Chia

A Chia é conhecida por ajudar na perda de peso e por outros benefícios. Mas já existem pesquisas que ela ajuda, e muito, no tratamento e prevenção de depressão, irritação e ansiedade.


Por Alessandra Vespa (MBPress)

Comente