Alimentação pode auxiliar na fertilidade

A alimentação pode auxiliar na fertilidade

A maioria das mulheres que desejam engravidar nem sempre se dão conta de que a alimentação interfere e muito na fertilidade. Desequilíbrios hormonais e emocionais, álcool, cigarro, entre outros maus hábitos também são agravantes nesse período.

Antes da tão esperada gravidez, é necessário preparar a mente, o corpo e o organismo, até mesmo para a produção de óvulos saudáveis. Por isso é importante criar o hábito de comer alimentos sem gordura saturada, como castanhas, amêndoas, azeite, abacate e frutas no geral.

"Sabe-se que a obesidade também está ligada à infertilidade, pois o excesso de gordura corporal pode alterar os níveis de insulina liberados pelo pâncreas, o que leva a um aumento na produção de estrógeno (hormônio masculino), esse hormônio dificulta a liberação dos óvulos", explica Carolina Ynterian, bioquímica especializada em Biologia Molecular.

Os famosos alimentos light também dificultam a fertilidade, pois não são ricos em gorduras de origem vegetal ou em matéria-prima para a formação dos óvulos.


A ingestão de proteínas também é fundamental em qualquer fase da vida, elas são ótimas para a formação das células de defesa do sistema imunológico.

"Vale lembrar que não existe uma dieta milagrosa para a fertilidade, mas sem dúvidas, para aumentarem as chances de engravidar, é muito importante uma alimentação equilibrada", conclui Carolina.

Por Jessica Moraes

Comente