Alimentação ideal para cada idade

Cuide de sua mãe alimentação ideal para cada idade

Mãe não é tudo igual quando o assunto é saúde. Cada metabolismo age de forma diferente de acordo com a idade e com o organismo de cada uma. A PhD em nutrição e coordenadora do Centro de Pesquisa Sanavita, doutora Andrea Dario Frias, dá dicas de alimentação para cada fase da vida de sua mãe.

Até 25 anos - Nesta fase os hormônios que interagem com o período menstrual são os responsáveis por regular o comando cerebral da fome e até do humor. Optar por uma alimentação balanceada, que respeite o ciclo menstrual, é importante. É indicado o consumo de fibras de aveia, soja, germe de trigo, castanha de caju, gergelim, saladas, legumes e frutas, que facilitam a digestão, melhoram o funcionamento do intestino e ainda auxiliam na inibição do apetite. "As fibras são ótimas alternativas para amenizar o inchaço típico desses dias e os chás verde, branco, vermelho e amarelo extraídos das folhas da Camellia Sinensis são também ótimas opções para a ocasião, pois possuem efeito diurético", explica.

A partir dos 30 anos - A produção de colágeno começa a diminuir, diminuindo a elasticidade da pele, favorecendo o aparecimento de rugas e o aumento da fragilidade articular e óssea. Mas é possível repor essa perda. "Os alimentos de origem animal como carnes vermelhas são excelentes fontes de proteínas e colágeno", diz a especialista. O consumo de suplementos a base de colágeno são opção complementar a alimentação e estimulara produção de colágeno. "A utilização de suplementos contendo de 8 a 10g de colágeno hidrolisado por dia é capaz de melhorar a elasticidade e hidratação da pele, além de dar força para as articulações", conclui.

A partir dos 45 anos - A partir dos 40 anos, o metabolismo da mulher fica mais lento e as necessidades calóricas diminuem em média 2% ao ano. Neste período chega o fantasma da menopausa. Um período muitas vezes traumático na vida da mulher. Se a mulher não quer realizar tratamento hormonal, a alimentação equilibrada e o consumo de soja são fortes aliados. "A soja, além de ser um alimento de excelente valor nutricional e possuir proteínas que ajudam no controle do colesterol, é rica em isoflavonas [...] as isoflavonas atuam sobre os receptores de estrogênio espalhados no corpo da mulher, trazendo alívio para alguns sintomas, especialmente as ondas de calor", explica a PhD em nutrição.


Para complementar, a doutora Andrea dá cinco dicas preciosas para as mamães: mantenha um peso adequado de acordo com a sua idade; elimine celulite diminuindo consumo de sal, alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas, cafeinadas e refrigerantes; coma soja; reponha o colágeno, existem no mercado vários alimentos enriquecidos com essa proteína que proporciona sustentação às células, mantendo-as unidas, consuma pelo menos 8g/dia do colágeno hidrolisado em pó; beba chás derivados da Camellia sinensis, o chá verde, branco, amarelo e vermelho são ricos em polifenóis, substâncias com forte ação antioxidante que são capazes de reduzir o risco de doenças cardiovasculares e certos tipos de câncer, como o de mama, por exemplo.

Por Catharina Apolinário

Comente