7 bons motivos para usar o coletor menstrual

Alternativa ao absorvente é mais ecológico e mais econômico
coletor menstrual

foto: reprodução

Certamente você já ouviu falar sobre coletor menstrual e que ele é uma alternativa ao absorvente. Mas só de pensar você já fica com nojinho? É melhor rever seus conceitos.

O coletor menstrual é até mais higiênico que o próprio absorvente. O que intimida muitas mulheres de usá-lo é o receio do contato com a vagina e com o sangue. Mas alô, meninas! O corpo é seu, o sangue é seu. Nos dias de hoje não há porque não ter domínio sobre a sua própria natureza, certo?


Para quem ainda não foi apresentada ao coletor menstrual, ele é um “copinho” anatômico de silicone que deve ser colocado dentro do canal vaginal (não é tão estranho para quem usa absorvente interno) que, como o nome diz, armazena o sangue ao invés de absorvê-lo, como no método tradicional. Quando ele fica cheio, basta retirar, lavar o recipiente e colocá-lo novamente.

É ecologicamente correto

No quesito sustentabilidade, ele ganha fácil. O absorvente demora cerca de 100 anos para se decompor na natureza. O coletor menstrual não é tão frequentemente descartável, podendo durar anos. Olha como já ganhou pontos!

É higiênico

Uma das coisas que nos impele de ter contato com nosso sangue é o cheiro que ele exala. Mas isso ocorre por causa do contato com o absorvente, que libera esse odor. Com os coletores menstruais isso não acontece. 

É prático

O coletor pode ficar introduzido na vagina por um intervalo de até 12 horas, dependendo do fluxo. Olha só a praticidade, principalmente para mulheres que trabalham fora. 

É saudável

O coletor é feito de um silicone medicinal bem maleável, sem químicos que podem fazer mal ao corpo e é hipoalergênico e antibacteriano. O que pode acontecer com o absorvente, principalmente se for perfumado, que além de desencadear uma reação alérgica, pode prejudicar a ventilação e favorecer o surgimento de infeccões.

Não vaza

Se os absorventes sempre oferecem o risco de vazamentos e manchas de sangue na calcinha, com o coletor menstrual o risco é praticamente nulo. Pode ocorrer um ligeiro escape, mas mínimo se comparado ao método tradicional. O máximo que pode acontecer é, para quem possui um fluxo intenso, descobrir algumas gotinhas de sangue na calcinha, que podem escorrer muitas vezes no momento da aplicação do coletor. Durante a fase de adaptação você pode usar um absorvente externo só para se sentir mais segura, se preferir.

É econômico

Um coletor menstrual custa, em médio entre R$60 a R$150, dependendo da marca. Achou caro? Pode ter certeza, vale o investimento. A durabilidade do coletor é de até 10 anos - sendo que alguns fabricantes sugerem um uso de até três anos. Mesmo assim compensa, afinal, quantos absorventes você usa por cada ciclo menstrual? Muitos, não? Olha o quanto você economiza durante esses anos sem gastar com absorvente. É só fazer as contas!

É inteligente

Usar o coletor menstrual, além de todas essas vantagens, permite que você conheça a sua própria menstruação, que precisa deixar de ser um tabu. Você pode acompanhar a textura e o fluxo do seu sangue, e assim analisar se tudo está correndo bem no seu organismo. O coletor menstrual  está sendo a escolha das mulheres que buscam mais informação e conhecimento. Estamos entendidas, meninas?

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: menstruação coletor menstrual