4 sinais de que vocês poderá ter um ataque cardíaco

Sinais de que você está prestes a ter um ataque ca

Foto - Shutterstock

Você já deve ter ouvido falar que ataques cardíacos podem acontecer de repente. Você sente o braço esquerdo formigar, uma dor no peito e apaga. Apesar dessa cena ser real, ela é apenas o ápice: muito antes o corpo já dá alguns sinais claros de que um ataque cardíaco é iminente, mas você pode não estar dando tanta atenção assim - e quando percebe, já é tarde.

Segundo dados American Heart Association, uma pessoa sofre um ataque cardíaco a cada 34 segundos. Esse tipo de incidente ocorre quando o fluxo de sangue que chega ao músculo cardíaco é reduzido ou cortado por completo devido à obstrução de artérias que irrigam o coração.

De acordo com o médico Chauncey Crandall, especialista cardiovascular, 25% dos ataques cardíacos ocorrem de forma "silenciosa", sem que tenha sintomas claros ou óbvios. Os avisos podem acontecer por dias, semanas ou até meses antes do incidente. São eles:

Dor no peito: é o sintoma que a maioria das pessoas conhece. Mas existem duas dores no peito específicas: uma que se estende pelo corpo inteiro e outra que ocorre no lado esquerdo e central do corpo (o lado do coração). A intensidade da dor e o modo como ela acontece também pode variar. A dor pode acontecer, parar e voltar diversas vezes em um curto espaço de tempo e ter menor intensidade ou também pode ocorrer em intervalos mais longos, e mais intensa.

Falta de ar: com ou sem dor no peito, a falta de ar também pode indicar um sintoma de infarto. De acordo com um estudo realizado na Inglaterra, três em cada cinco voluntários analisados que sofreram ataques cardíacos apresentaram falta de ar - inclusive pacientes que não apresentaram também dores no peito.

Indigestão ou azia: as células nervosas do estômago ficam pertinho do coração. Quando há o ataque cardíaco, é comum as pessoas confundirem essa dor com indigestão ou azia.

Náusea, vômito, tontura ou vertigem: esse sintomas também podem um sinal de ataque cardíaco.


Por Tissiane Vicentin

Comente

Assuntos relacionados: saúde infarto ataque cardiaco

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?