Stevia: adoçante natural, já ouviu falar?

Stevia adoçante natural já ouviu falar

Foto: divulgação

Opções de adoçantes no mercado não faltam, mas qual será o mais adequado para o consumo?

A nutricionista catarinense Ana Rubik esclarece os efeitos que o excesso de açúcar pode causar no corpo. "Quanto mais açúcar ingerimos, mais insulina temos que produzir e, com o passar do tempo, podemos ficar resistentes aos efeitos desse hormônio e, consequentemente, precisarmos de uma quantidade cada vez maior para fazer o seu trabalho no nosso organismo. Por isso, dizemos que ingestão exagerada do açúcar pode levar a doenças crônicas como diabetes, problemas cardiovasculares, obesidade, entre outros".

Alternativas já existem e as opções naturais são cada vez mais procuradas por quem deseja manter uma alimentação saudável. "Temos boas opções no mercado como mel, melado, açúcar mascavo, demerara e de coco. Na forma de adoçantes, os produtos à base de stevia são recomendados por terem baixo índice glicêmico e por serem uma boa alternativa aos adoçantes artificiais, que devem ter seu consumo evitado ao máximo", explica a nutricionista.

A stevia é uma planta naturalmente doce e tem potencial de dulçor 300 vezes maior do que o açúcar de cana. Por ser natural, não contém calorias, evita o aparecimento de cáries nos dentes e pode ser consumida por diabéticos e gestantes. É da stevia que se extrai o adoçante natural esteviosídeo, responsável por realçar o sabor dos alimentos e que tem sido usado cada vez mais pela indústria alimentícia ao redor do mundo.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: açúcar adoçante notícias stevia