Sem dinheiro para fazer dieta? Dicas para reduzir os custos do cardápio

Dietas caras nunca mais

Dê preferência às frutas da época, pois têm o sabor mais acentuado e acumulam mais nutrientes, tendo economia no bolso - no Outono você pode optar por: abacates, bananas, caquis, cocos e goiabas.

Fazer dieta não é nada fácil. Como se não bastasse as restrições alimentares, temos que lidar com os preços elevados dos alimentos ideais. Atendendo aos pedidos das nossas Vilamigas, o Vila conversou com a nutricionista Aline von Gal, do Spa Med Sorocaba Campus, para saber como reduzir o custo da dieta e preparar um prato saudável e suculento.

Quem já fez uma dieta sabe a importância que tem as frutas no cardápio, presentes em todas as refeições ou sobremesas. "As frutas são ricas em vitaminas e minerais. Temos que dar preferência às da época, pois têm o sabor mais acentuado e acumulam mais nutrientes, tendo economia no bolso e mais nutrientes no prato", diz Aline. A nutricionista recomenda para consumo no Outono: abacates, bananas, caquis, cocos e goiabas.

Dietas sem exercícios não costumam fazer efeito. O corpo precisa gastar energia para eliminar as calorias armazenadas e consumidas em excesso. Além disso, há um terceiro fator determinante. A nutricionista afirma: "Para perder peso temos que associar a dieta ao exercício físico e aos alimentos termogênicos, que fazem com que o organismo queime mais calorias para digeri-los, são eles: gengibre, limão, abacaxi, pimenta, canela, chá verde, entre outros."

Talvez os peixes sejam os itens mais caros de uma lista de alimentos saudáveis. Porém há uma variedade enorme deles, assim podemos optar por aqueles mais em conta e que, assim como atum e salmão, são ricos em vitaminas. "Alguns peixes apresentam um preço menos elevado, mas também são opções saudáveis e nutritivas como a pescada, a merluza, o cação e a sardinha", indica Aline.

O mais importante para uma vida saudável é uma alimentação balanceada. Segundo a nutricionista, para uma alimentação balanceada o ideal é equilibrar os alimentos, consumindo frutas, verduras, legumes, carnes variadas, dando opções às brancas, cereais integrais e laticínios. Aline opina: "O arroz com o feijão é uma combinação perfeita para uma refeição, o que falta em um, o outro fornece. O arroz contém metionina e o feijão a lisina, aminoáciados que juntos formam uma proteína de excelente qualidade."

E já que estamos na Semana Santa, veja uma receita deliciosa à base de peixe que a nutricionista selecionou para você!

Dietas caras nunca mais

Foto: Divulgação

Refogado de Peixe Light

Ingredientes:

500g de peixe (merluza, pescada ou atum)

½ lata de molho de tomate natural

½ pimentão verde picadinho

½ cebola picadinha

1 dente de alho batidinho

6 azeitonas pretas cortada em rodelas finas

½ copo de água

Cheiro verde e sal a gosto


Modo de Preparo:

Refogue a cebola e o alho na água, acrescente o peixe desfiado e refogue bem até o peixe ficar bem cozido. Adicione o molho de tomate, a água, as azeitonas, o pimentão, cheiro verde e o sal e deixe cozinhar mais um pouco. Sirva acompanhado de Arroz.

Rendimento: 6 porções

Por Bianca de Souza (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: nutrição dieta fazer dieta