Salmão previne doenças cardiovasculares

Salmão previne doenças cardiovasculares

O estresse do dia a dia, a pressão no trabalho, a ansiedade e a vida corrida causam impacto na nossa saúde. Algumas pessoas se abalam mais e outras menos, mas as preocupações diárias influenciam no bem estar de cada um. Nessas horas, o coração é o órgão mais vulnerável ao descontrole emocional.

O constante estado de estresse coloca o órgão em descompasso e fora de ritmo. Para quem tem dificuldade de manter-se calmo, uma forma alternativa de se proteger é praticar exercícios físicos, evitar cigarro e bebidas alcoólicas e manter uma dieta saudável.

Alguns alimentos podem ser aliados no cuidado com a saúde e, principalmente, com o coração. Rico em ômega 3, o salmão é um dos peixes que ajuda no combate de doenças cardiovasculares. A substância auxilia na redução dos níveis de colesterol, diminuindo a capacidade de coagulação do sangue, um dos motivos que podem levar a um enfarto.

O salmão é considerado por médicos e pesquisadores um alimento funcional, ou seja, melhora o metabolismo e previne doenças. O peixe também possui quantidades diversas de proteínas, fósforo, potássio, cálcio, selênio e vitamina B6 e B 12 - que são responsáveis pelo bom humor e bem estar.

"Mesmo as pessoas que não apresentam nenhum problema no coração podem se beneficiar com o consumo do peixe. Um estudo apontou que a ingestão do salmão pode diminuir em até 80% o risco do indivíduo sofrer um ataque cardíaco", explica Melanie Whatmore, Gerente da marca Salmón de Chile.

O estudo, da Associação Americana do Coração, expõe ainda que os ácidos graxos e o ômega 3 podem reduzir em até 33% o risco das mulheres chegarem ao óbito em virtude de complicações cardíacas, já que elas têm maior propensão à doenças cardiovasculares.

"Um prato de salmão se consumido, pelo menos, duas vezes por semana, já garante vários benefícios à saúde de idosos, adultos e crianças", complementa Melanie.

Por Jessica Moraes

Comente