Salgadinhos de pacote - cuidado com o excesso de sódio!

Salgadinhos de pacote  cuidado com o excesso de só

Foto: Rob Lewine/ Tetra Images/ Corbis

Está se tornando cada vez mais comum encontrar crianças com problemas de excesso de peso, diabetes, colesterol elevado e até hipertensão. E uma das razões para o aumento da pressão arterial tão cedo é o consumo elevado de sódio, que está presente de forma excessiva nos industrializados, principalmente nos salgadinhos de pacote, tão adorados pela criançada.

Proibir o consumo fica difícil para muitos pais. Resta então reduzi-lo e escolher os salgadinhos menos prejudiciais à saúde. Uma dica é sempre observar na embalagem a informação nutricional: se o produto tiver mais do que 400mg de sódio em 100g, sinal que é rico em sódio. Para você ter uma ideia, alguns salgadinhos têm mais de 500mg de sódio em 20g!

Mais do que verificar o excesso de sódio, e também calorias, é importante ficar atenta à frequência e a quantidade com que os salgadinhos serão consumidos: uma vez por mês ou a cada quinze dias e uma porção moderada, por exemplo. E que tal deixar para abrir o pacote no dia em que tiver mais crianças reunidas? Assim não corre o risco de a criança comer sozinha o pacote todo.

Outras observações também são importantes, como não substituir uma refeição principal (almoço, jantar, café da manhã) pelo salgadinho de pacote ou levar de lanche para escola as porções individuais.

E para te ajudar na escolha dos pacotinhos fizemos um ranking com a quantidade de sódio de 10 salgadinhos mais comuns entre a criançada. Também incluímos as calorias de cada porção.

Roberta dos Santos Silva é nutricionista do site Cyber Diet e especialista em Atendimento Nutricional.

Comente