Qual o limite diário de cafeína que posso consumir?

Qual o limite diário de cafeína que posso consumir

Foto - Shutterstock

Não vive sem aquele cafezinho de todo dia (o, no seu caso, do dia todo), adora uma coca-cola bem gelada para acompanhar qualquer refeição e, para aguentar a balada do final de semana até as últimas, não resiste e apela aos energéticos? É bom ficar atenta.

Não que consumir café durante o dia ou tomar uma coca-cola no almoço seja ruim. Muitas pessoas recorrem à cafeína porque precisam de mais atenção e energia para terminar aquele trabalho no final de semana, ou ficar mais produtivo durante o dia, ou quer prolongar as horas acordado para ler aquele livro, ou apenas adora saborear um café depois do almoço.

Mas saiba que existe um limite diário para a ingestão de cafeína: 400 miligramas é o máximo que deve ser consumido para não causar danos ao organismo, de acordo com a Food and Drugs Administration (FDA), órgão que regulamenta alimentos e medicamentos dos EUA. Para adolescentes entre 13 e 18 anos, essa quantidade cai para 100 miligramas - e nada de cafeína para crianças menores de 12 anos.

O fato é: a cafeína é um estimulante e que, se ingerida em excesso, pode causar sérios problemas como aumento dos batimentos cardíacos e da pressão arterial, dores, insônia, desidratação, só para dar alguns exemplos.

Se você não consegue ficar sem, faça uma seleção equilibrada entre os produtos que você gosta que contém cafeína. Os 400 miligramas de cafeína equivalem a 3 xícaras de 150 ml de café, ou 11 latinhas de 350 ml de coca-cola, ou ainda 8 xícaras de chá verde. Chocolate também possui cafeína, além de outros estimulantes, e também deve entrar na lista: 2 barrinhas de 170 g de chocolate amargo e você bateu a sua cota.

Vale lembrar que café descafeinado, apesar do nome, também contém cafeína (a quantidade é pouca, mas ela existe). Se você possui problemas cardíacos, ou estomacais (como gastrite e úlcera) também é bom ter cuidado redobrado para não agravar o quadro da doença.


Por Tissiane Vicentin

Comente

Assuntos relacionados: consumo de cafeína