Projetos que evitam o desperdício de alimentos

desperdícioalimentos

Foto - Reprodução/ProjetoFrutaFeia

O desperdício de alimentos já é uma certeza da vida moderna. Infelizmente, o ato de jogar alimentos que ainda podem ser consumidos fora, tem aumentando dia após dia. Segundo dados da Embrapa, diariamente o Brasil desperdiça cerca de 39 mil toneladas de alimentos por dia, quantidade suficiente para alimentar 19 milhões de brasileiros.

Para sensibilizar e combater o desperdício alimentar também em outros lugares do mundo, algumas instituições internacionais criaram ações de conscientização que podemos nos inspirar.

Um bom exemplo é o caso do Projeto Fruta Feia, em Lisboa. Um grupo de empreendedores lançou uma cooperativa onde é possível comprar dos fornecedores frutas, verduras e legumes que são consideradas feias pela sua aparência, mas que podem ser perfeitamente consumidas, pois mantêm o mesmo sabor e qualidade nutricional.

O tomate manchado, a cenoura torta, o morango pequeno. Tudo é vendido por um preço muito menor e o consumidor além de economizar, contribui para reduzir o desperdício de alimentos.

O Projeto Fruta Feia já ajudou a evitar 37% de desperdício. É uma ideia simples e sensacional que colabora com produtor rural, o consumidor e principalmente com o meio ambiente.

Outra campanha que combate o desperdício de alimentos foi criada pela rede francesa de supermercados Intermarchê que chamou de "frutas e legumes inglórios".

Além das peças publicitárias que estimulavam o consumo dos alimentos feios, os clientes foram surpreendidos na seção de vegetais onde normalmente se encontram produtos bonitos, brilhantes, vistosos, e foram substituídos por alimentos feios, que provavelmente seriam jogados fora, posicionados em destaque nas gôndolas.

Para ajudar a venda, além dos 30% de desconto, foram distribuídos sucos e sopas feitos com estes alimentos, para reforçar a ideia que o gosto fica o mesmo. A campanha aumentou em 60% a venda desses itens.

Veja o vídeo e se inspire para combater o desperdício:


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: desperdício comida