Peixe: alimento amigo do coração e da visão

Peixe alimento amigo do coração e da visão

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

Peixes são ricos em ácidos graxos e ômega 3, tipo de gordura que não é produzida pelo organismo, muito saudável e benéfica ao coração por auxiliar na redução dos níveis de triglicerídeos e colesterol total do sangue, entre outros benefícios.

Os ácidos graxos ômega 3 também ajudam a reduzir o risco de formação de coágulos, diminuir a pressão arterial, além de alterar a estrutura da membrana das células sanguíneas, tornando o sangue mais fluído; sendo, portanto, importante aliado na prevenção das doenças cardiovasculares.

Pesquisas mostram ainda que ele contribuiria para evitar o desenvolvimento da retinopatia diabética e da chamada retinopatia da prematuridade, que afeta bebês nascidos antes da 37ª semana de gestação.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores estudaram a influência do ômega 3 nos vasos sanguíneos da retina, que aumentam exageradamente devido a alguma dessas doenças e formam tecidos fibrosos que tornam confusa a imagem enviada ao cérebro.

Os cientistas observaram que, ao aumentar a presença do ômega 3 na alimentação, se reduzia o aumento exagerado do sangue nos vasos da retina, o que evitaria o desenvolvimento de algum destes problemas.

As melhores fontes de ômega 3 são os peixes de água fria como: arenque, cavala, salmão, sardinha e atum; mas é encontrado também nas oleaginosas, óleo de linhaça e em alguns alimentos fortificados.

Os peixes, além de serem fonte de ômega 3, fornecem proteína de alto valor biológico, zinco, ferro, cobre e vitaminas do complexo B. Os peixes gordos como o atum, o salmão, a cavala, a sardinha, a truta, o arenque e as anchovas ainda são ricos em vitaminas lipossolúveis (A e D), fundamentais para a absorção e fixação do cálcio aos ossos, e contêm elevados teores de iodo, mineral essencial ao bom funcionamento da tiróide.


Para aproveitar todos esses benefícios e manter uma alimentação saudável, é interessante comer peixe pelo menos três vezes por semana e ficar atento quanto à forma de preparo. As formas mais saudáveis de preparar o peixe são: assados sem adição de gordura; grelhados ou cozidos (na água ou vapor). Consuma-os sempre que possível em postas porque o ômega 3 tende a se concentrar mais ao redor da espinha do peixe.

Por Carmem Sanches

Comente

Assuntos relacionados: coração ômega 3 peixe