Os perigos de cortar o carboidrato da dieta

Dieta sem carboidratos

Dieta de sucesso é aquela em que você corta os carboidratos. Negativo. Além de você não emagrecer de forma saudável ainda fica mais cansada e de mau humor. "Os carboidratos são responsáveis em nos fornecer nutrientes energéticos, são eles que ministram a maior parte da energia necessária para o corpo realizar nossas atividades normais, como andar e trabalhar", explica a nutricionista Dra. Maria Fernanda da Silva.

A nutricionista Dra. Flávia Ferazzo explica o que acontece com o nosso organismo quando estamos sem alimentos que forneçam energia na nossa dieta. "Quando se cortam os carboidratos, o corpo começa a gastar as reservas. E essas, como o próprio nome sugere, não foram criadas para serem a fonte principal de energia. Assim, muita gente relata os problemas de cansaço no começo da dieta."

Outro problema que a eliminação dos carboidratos resulta é no desequilíbrio do nosso organismo, o que compromete a perda de peso. "Quando abolimos os carboidratos totalmente nosso organismo sofre e quando os reintroduzimos na alimentação eles proporcionam ganho de peso mais rapidamente", alerta a nutricionista Dra. Joana Lucyk.

Tudo em excesso na dieta faz mal. Há mulheres que quando querem perder peso ficam horas sem se alimentar, sendo que o ideal é comer a cada três horas. Outro excesso são os alimentos light, pois, ao contrário do que se pensa, eles não significam que não têm calorias ou gorduras, mas sim que trazem calorias reduzidas, devido à diminuição de algum nutriente. E para quem consome remédios para perder peso mais rápido, a Dra. Maria alerta: "As pílulas não substituem uma dieta saudável e exercícios, além de serem prejudiciais ao corpo".

Dra. Flávia indica que as mulheres que procuram uma redução de peso saudável devem procurar um especialista. "É necessário que a dieta tenha o equilíbrio nutricional e a biodisponibilidade dos alimentos, ou seja, alimentos e nutrientes que cada organismo individual necessite. O organismo de cada pessoa é um ecossistema que precisa ser equilibrado, e isso ocorre de acordo com a atuação dos nutrientes em cada uma das trilhões de células que possuímos."

No começo de uma reeducação alimentar, a Dra. Maria indica que devemos acrescentar à dieta os alimentos chamados antioxidantes. "Água, chás, frutas, verduras, sucos, alimentos integrais e leite desnatado. Comece o dia com uma boa vitamina de frutas, além de chá verde ou café."


A escolha dos alimentos também é importante para te deixar bem disposta o dia inteiro. A maçã, por exemplo, melhora a imunidade, já a banana é rica em magnésio e vitaminas do complexo B, que melhoram a disposição. "É bom incluir também uma colher de sopa de semente de linhaça, que é rica em ômega-3 e melhora a memória. Em vez de bolo, pão e biscoito, prefira pão integral", orienta a Dra. Maria.

Não esqueça que para reduzir peso é necessário que haja a conta matemática: alimentação saudável + exercícios físicos diários = redução de peso saudável!

Por Flávia França (MBPress)

Comente