Óleo de pinho coreano promete diminuir a fome

Óleo de pinho coreano já ouviu falar

Depois da febre do óleo de coco está chegando ao Brasil mais um para a listinha daqueles que prometem emagrecer ou dar um bom empurrãozinho na dieta. Trata-se do óleo de pinho coreano que será vendido nas versões em sachê, para ser misturado em água, sucos, shakes, entre outros, e em cápsulas, encontradas nas farmácias de manipulação.

O óleo é um nutracêutico, um mix de alimento e medicamento que traz benefícios à saúde, como prevenção e tratamento de doenças. A nutricionista Viviane Paixão explica que a composição faz com que o óleo estimule a liberação de dois hormônios responsáveis pela nossa satisfação, que são o CCK (colecistoquinina) e GLP1 (peptídeo análogo ao glucagon). "Assim, a novidade é ideal para as pessoas que buscam controlar a alimentação, pois quando consumidos antes do almoço ou do jantar, é capaz de diminuir a fome".

A nutricionista lembra que alguns cuidados devem ser tomados antes da utilização desse produto: um deles é que se deve procurar um profissional que poderá determinar a dose exata e os horários adequados. "Não podemos nos esquecer da individualidade bioquímica, ou seja, nem tudo que é bom para um é bom para todos", afirma.


Outro cuidado que devemos ter é que, se o óleo não for em cápsulas ou em sachês, ele não pode ficar em altas temperaturas, pois corre o risco de sofrer um processo de saturação que resulta em uma gordura de péssima qualidade, que não deve ser ingerida.

Lembre-se que o óleo é apenas um auxiliador na dieta. Para reduzir o peso com saúde é necessário procurar um profissional especializado e praticar exercícios físicos regularmente.

Por Flávia França (MBPress)

Comente