O que comer e o que evitar nas festas de fim de ano

O que comer e o que evitar nas festas de fim de an

As ceias de Natal e Ano Novo são repletas de delícias, da entrada até a sobremesa. Mas como aproveitar a reunião familiar à mesa sem exagerar no prato? A nutricionista clínica Luciana Bruno separou cinco dicas para garantir uma ceia gostosa e saudável:

"As nozes e castanhas são fonte de gorduras boas e podem auxiliar na manutenção da saúde cardiovascular, e são muito consumidas no fim do ano. Outra opção saudável são as frutas secas, como damascos e figos, pois são alimentos ricos em fibras, vitaminas e minerais. Como são doces, podem aliviar a vontade de comer as sobremesas mais calóricas e ricas em gorduras ruins. Além de consumidas puras, também são um ótimo ingrediente para pratos doces e salgados. Entretanto, a recomendação é que sejam ingeridas com moderação - apenas duas ou três unidades por dia", orienta.

Outra dica da nutricionista é o peru, que além de ser um prato típico da gastronomia natalina, é uma carne com pouca quantidade de gordura. "O ideal é sempre preparar um molho para acompanhar, pois além de deixar a carne menos seca, dá um toque a mais de sabor. Frutas cítricas ou vinho espumante são opções para incrementar esse preparo", explica.

A maionese é outro ingrediente muito usado no preparo de pratos para a ceia, principalmente nas saladas de batata e molhos. Ela não deve ser encarada como a vilã do banquete, já que a maionese industrializada possui apenas 40 calorias por colher de sopa e contém gorduras boas, as poliinsaturadas.

Atitudes como "guardar o apetite" ou comer menos durante o dia não funcionam. As pessoas não devem ficar sem comer esperando pela ceia, que geralmente ocorre muito tarde, porque acabam exagerando na quantidade depois. Nesses casos, o processo digestivo fica muito lento, o que gera aquela sensação de "peso no estômago". A dica é consumir uma fruta no início da noite e um chá após a ceia, como capim limão ou erva cidreira, que melhoram a digestão.


De acordo com Luciana, a chave para uma ceia saudável é escolher de maneira equilibrada a combinação do seu prato: um jeito prático para não errar nas quantidades é completar metade do prato com folhas e verduras, ¼ com cereais (arroz, por exemplo) e grãos (lentilha, grão de bico ou feijão) e utilizar a palma da mão para medir o tamanho da carne.

Por Jessica Moraes

Comente