Linhaça dourada X linhaça marrom: você conhece a diferença?

A linhaça é encontrada em farinha, grãos, óleo e suplementos
Linhaça dourada marrom

Foto - Reprodução/cacheia

As sementes de linhaça são grandes fontes de nutrientes. Elas são utilizadas tanto na culinária, quanto em tratamentos contra uma série de doenças, trazendo benefícios para o intestino, coração e até prevenindo alguns tipos de câncer. Suas fibras colaboram para o emagrecimento, atuando na liberação da glicose no sangue e reduzindo, por tabela, o acúmulo de gordura no corpo. 

Existem dois tipos de semente: a dourada e a marrom e as diferenças entre elas ficam por conta dos detalhes. As sementes cor marrom, são cultivadas em regiões de clima úmido e quente, como no Brasil. Elas não possuem o uso de agrotóxicos e são mais fáceis de serem encontradas devido à sua produção nacional, e o preço também fica mais em conta.

Já as sementes douradas, provenientes de lugares com o clima mais frio como Canadá e norte dos EUA, também são plantadas de forma orgânica, sem agrotóxicos. Vendidas somente em lojas especializadas, a linhaça dourada chega a custar mais que o dobro do valor da linhaça marrom. Além da cor, outra diferença entre as linhaças é o sabor mais suave e a casca mais fina da linhaça dourada.

Vale lembrar que os nutrientes das duas opções são iguais, assim como seus benefícios: 

  • É um alimento funcional
  • Ajuda emagrecer
  • É rica em fibras
  • Ajuda a regularizar as taxas de colesterol 
  • Contribui para a saúde do intestino
  • Alivia TPM
  • Auxilia no controle da pressão arterial
  • Tem efeito anti-inflamatório
  • Ajuda a combater a retenção de líquidos 
  • Previne o câncer de mama

O mais indicado pelos especialistas é consumir cerca de uma colher de sopa de linhaça, o que equivale a 10 gramas.


Por Thamirys Teixeira

Comente

Assuntos relacionados: semente de linhaça linhaça