Inhame ou mandioca?

Inhame ou mandioca

foto reprodução: es.gov.br

Os dois tubérculos são muito indicados para a saúde, mas qual tem menos calorias e ajuda a enxugar a silhueta? A Revista Saúde fez a aposta entre os dois e parece que o inhame venceu, confira.

Mais energia - o carboidrato ajuda a dar ume ânimo para enfrentar a correria do cotidiano. Nesse quesito, o melhor é a mandioca (30,1 g contra 27,6 g do inhame).

Corpo esbelto - se a ideia é manter o corpo elegante, coma inhame. Ele tem 116 calorias contra 125 da mandioca.

Contra o cansaço - ponto para o inhame mais uma vez. Ele fornece mais fósforo, que melhora a resistência e diminui a sensação de fadiga. O inhame tem 49 mg e a mandioca 22 mg.

Músculos - nenhum dos dois é rico em proteínas, mas, na dúvida, a melhor opção neste caso também é o inhame: inhame tem 1,5 g e mandioca tem 0,6 g.

Contra a anemia - a ausência de ferro é a principal causa da anemia. Prefira o inhame, que carrega mais desse mineral (inhame: 0,52 mg; mandioca: 0,1 mg).

Vitaminas - além de participar da produção de anticorpos, a vitamina C facilita a absorção do cobre e do ferro. Por pouco, o inhame mais uma vez leva a melhor. Inhame: 12,1 mg e mandioca: 11,1 mg.

Combustível celular - apesar de não ser tão badalado como outros nutrientes, o cobre acumula funções importantes. Uma delas é a formação das moléculas de ATP, que fornecem energia para a sobrevivência das células. Outro ponto para o inhame (inhame: 0,15 mg e mandioca: 0,01 mg).

As quantidades comparadas correspondem a 100 gramas, o equivalente a 3 colheres de sopa de cada alimento cozido.

Por Jessica Moraes

Comente