Fatos sobre a perda de alimentos que você precisa saber

A comida atualmente perdida ou desperdiçada na América Latina poderia alimentar 300 milhões de pessoas
desperdício de alimentos

Foto - Reprodução

Estamos tão habituadas a preparar os alimentos diariamente que nem nos damos conta do quanto desperdiçamos e de como isso impacta a economia mundial e o meio ambiente. Por exemplo: você sabia que cerca de um terço dos alimentos produzidos no mundo para consumo humano todos os anos - cerca de 1,3 bilhões de toneladas - é desperdiçado? E que as frutas e vegetais, além de raízes e tubérculos, têm as mais altas taxas de desperdício do que qualquer outro alimento? Então, veja mais fatos sobre a perda de alimentos que você precisa saber


Fato 1: Países industrializados e os em desenvolvimento desperdiçam aproximadamente as mesmas quantidades de alimentos - 670 e 630 milhões de toneladas, respectivamente .

Fato 2: Nos países em desenvolvimento, 40% das perdas ocorrem em pós-colheita e processamento, enquanto nos países industrializados, mais de 40% das perdas de alimentos acontecem quando os produtos chegam aos consumidores.

Fato 3: A perda de alimentos e resíduos também equivale a um grande desperdício de recursos, incluindo a água, a terra, energia, trabalho e capital, produzindo emissões de gases de efeito estufa e contribuindo para o aquecimento global, além das mudanças climáticas.

Fato 4: A comida atualmente perdida ou desperdiçada na América Latina poderia alimentar 300 milhões de pessoas.

Fato 5: A comida atualmente desperdiçada na Europa poderia alimentar 200 milhões de pessoas.

Fato 6: A comida atualmente perdida na África poderia alimentar 300 milhões de pessoas.

Fato 7: Mesmo que apenas um quarto dos alimentos perdidos ou desperdiçados globalmente fossem aproveitadas, isso já seria o suficiente para alimentar 870 milhões de pessoas com fome em todo o mundo.

Fato 8: As perdas de alimentos durante a colheita e no armazenamento traduzem em perda de renda para os pequenos agricultores e em preços mais elevados para os consumidores pobres.

Para evitar situações de desperdício como essas que citamos acima, os consumidores devem ter em mente como é essencial a mudança de comportamento, pois cada escolha nossa desempenha um papel fundamental na economia global e na redução da fome mundialmente.

Por Renata Branco

Comente