Dietas das famosas que devem ser evitadas

dietas proibidas

Michelle Pfeiffer e Gwyneth Paltrow já foram adeptas de dietas não indicadas pelos nutricionistas - fotos: reprodução

É comum querer começar uma nova dieta no início do ano, mas cuidado com as dietas das famosas que prometem milagres sem muito esforço. Para não se deixar enganar, a British Dietetic Association (uma associação britânica com mais de sete mil nutricionistas) divulgou uma lista das dietas "proibidas". Conheça cinco delas e saiba porquê, segundo a organização, elas devem ser evitadas:

Dieta Dukan - a dieta já seguida por Kate Middleton e Jennifer Lopez ocupou o primeiro lugar da lista da BDA nos três últimos anos. Ela é dividida em fases que combinam a alta ingestão de proteína com baixo consumo de carboidratos, promovendo rápida perda de peso. No entanto, o próprio criador do regime, Pierre Dukan, alertou para seus efeitos colaterais, como falta de energia, constipação (devido a baixa ingestão de fibras) e a necessidade de ingerir suplementos vitamínicos e minerais e mau hálito.

Dieta sem glúten - a finalidade é cortar o glúten, uma proteína encontrada no trigo, cevada, aveia e malte, entre outros cereais. Seus defensores (como a atriz Gwyneth Paltrow) acreditam que a carga glicêmica do alimento diminui quando o glúten é retirado da dieta. Isso reduz a liberação de insulina, hormônio responsável pelo acúmulo de gordura no organismo. Para a associação britânica, a dieta pode ser benéfica a pessoas sensíveis ao glúten, mas não há pesquisas oficiais que provem que a suspensão do glúten na dieta resulta em perda de peso. Comida sem glúten não significa comida sem calorias, adverte a BDA.

Alcorexia - essa dieta é seguida por muitas modelos. Seus seguidores reduzem drasticamente a ingestão de calorias durante a semana e depois compensá-las consumindo álcool excessivamente no final da semana. A BDA alerta que a dieta é muito perigosa. "Seguir uma dieta com pouquíssimas calorias já é em si uma loucura, já que a pessoa estará privando o corpo de calorias, vitaminas e nutrientes necessários para a sobrevivência. Além disso, ao compensar as calorias economizadas com álcool, você submete o corpo a um ataque violento da substância que, apesar de calorias, tem pouquíssimos nutrientes, algo que pode causar graves danos ao organismo".

Dieta do ar - seguida por Michelle Pfeiffer e similar à dieta de Madonna, essa dieta consiste em fingir comer o que está no prato, mas só engolir ar. As pessoas que seguem essa dieta acreditam ser possível se alimentar apenas de ar ou luz, descartando alimentos e líquidos. Segundo a BDA, não há nada de bom que possa se dizer sobre essa dieta. Certamente a pessoa vai perder peso, mas junto a isso também ficará desidratada, mal nutrida e corre risco de morrer.

Dieta do biotipo - ela consiste em avaliar o biotipo da pessoa e a partir dela elaborar um cardápio focado em regiões do corpo que concentrem mais gordura, priorizando alguns alimentos e ignorando outros, além da ingestão de suplementos que prometem reduzir a gordura localizada. O cantor Boy George citou várias vezes essa dieta como a responsável por sua perda de peso. Contudo, de acordo com a BDA, a dieta não faz sentido porque se baseia predominantemente na ingestão de suplementos, algo que pode fazer mal à saúde.

A BDA defende que a melhor dieta é a que combina uma alimentação balanceada à prática de exercícios.


Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: reeducação alimentar dieta dieta dukan