Dieta diurética

Dieta diurética

A palavra diurético está associada a algumas substâncias que têm a função de estimular a eliminação de água e sal do organismo. Elas podem ser na forma de medicamentos ou também através da alimentação.

Até para o bom funcionamento dos rins, é preciso ter uma dieta com alta ingestão de água e alimentos com alto teor de líquido. O consumo de água e diuréticos estimula a produção da urina, garantindo essa eliminação com maior frequência.

Quando o organismo retém líquido, provoca aquela sensação de inchaço, pernas e pés cansados, celulite e peso aumentam, enfim, um grande desconforto para as mulheres.

É importante saber que todo alimento com grande quantidade de água, consequentemente, é considerado um alimento diurético: chuchu, tomate, aspargo, alcachofra, alface, abacaxi, manga, pêssego, morango, pêra, melão, uva, chá claro.

Confira mais algumas dicas para diminuir a retenção de líquidos através da alimentação:

- Beba bastante água, pois ela vai estimular o trabalho do rim (cuidado com a ingestão de sódio, inclusive das águas minerais. Prefira a água filtrada se possível, porém de lugar confiável)

Evite: Consumo de bebida alcoólica, alimentos ou preparações salgadas, adição de sal, molho shoyo, adoçantes, caldo de carne em tabletes.


- Duas receitas de chás diuréticos:

- Chás de ervas (misture gengibre, canela, cardamomo e acrescente água fervida)

- Chá de salsa (acrescente algumas folhinhas de salsa à água quente. Ele pode ser adoçado ou não, conforme o gosto)

Por Jessica Moraes

Comente