Dieta da Felicidade

Dieta da Felicidade

Foto: divulgação

Quer ser feliz? Então fique longe de comida processada, cheia de conservantes, gorduras modificadas e açúcares. É que esses alimentos atrapalham o bom funcionamento do cérebro e alteram o humor. Essa é a teoria da Dieta da Felicidade, aposta do momento entre quem quer emagrecer nos EUA.

A dieta, criada pelo psiquiatra e professor da Columbia University Drew Ramsey e pelo jornalista especializado em saúde e fitness Tyler Graham, está descrita no livro The Happiness Diet. De acordo com a publicação, não é por acaso que as taxas de obesidade e depressão dobraram nas últimas duas décadas, ao mesmo tempo em que a alimentação sofreu mudanças drásticas, passando a ser cada vez mais industrializada e acabou deixando o organismo sem certas vitaminas.

Além do que deve ser evitado, existem alimentos que não podem faltar na nossa dieta para que nos sejamos felizes. Entre eles estão as "gorduras felizes": frutas secas, frutos do mar, leite, queijo, azeite, bacon, óleo de coco e chocolate. Os outros elementos essenciais da felicidade são o ômega-3, encontrado em peixes como o salmão; o folato, presente no espinafre e no feijão preto; o ferro e a vitamina B12, em frutos do mar, fígado e carne de boi.

Pelo menos por enquanto o livro só está disponível em inglês, mas cá entre nós: comer bem para ser feliz e bonita parece uma teoria coerente, não?

Por Larissa Alvarez

Comente