Deixe as bombas calóricas do inverno mais leves

Bombas calóricas do inverno

Foto Cyber Cook

Com as temperaturas em queda, a briga contra a balança se torna mais difícil. Segundo o cardiologista e nutrólogo do Hospital do Coração, em São Paulo, Daniel Magnoni, é importante que as pessoas reconheçam os alimentos calóricos que devem ser consumidos com moderação nos meses mais frios do ano. Ele elenca algumas dessas bombas calóricas de inverno:

Queijos e pães - Infelizmente os campeões calóricos são os mais populares no frio: cheddar, gorgonzola, queijo cremoso, parmesão e provolone. Troque os queijos mencionados por ricota, cottage, queijo cremoso light e mussarela light - versões mais saudáveis que podem até ter o mesmo valor calórico, mas seguramente possuem menos gordura saturada. Na hora de escolher o pão ou as torradinhas de acompanhamento, prefira as de farinha integral - que dão maior saciedade e são ricos em fibras. Fique longe dos pães com recheios!

Fondue salgado e doce - Embora feito com queijo, é possível reduzir as calorias de uma porção, substituindo o pão por carnes (como tiras de peito de frango ou filé mignon grelhados) e vegetais (cenoura, batata, pepino). Na hora da versão doce da receita, uma opção é usar chocolate amargo e creme de leite light.

Quentão e outras bebidas alcoólicas - A tradicional bebida das festas juninas feita com vinho quente, gengibre, especiarias e altas quantidades de açúcar deve ser consumida com extrema moderação por ser muito calórica. Um copo de 200 ml pode chegar a mais de 400 calorias! As bebidas com maior teor alcoólico promovem maior sensação de prazer e calor, por isso costumam ser os preferidos no inverno. São elas também as mais calóricas.

Capuccino, chocolate quente... - Apesar da cafeína presente na versão da bebida promover animo e auxiliar na preguiça comum nas baixas temperaturas, o capuccino tem ganho ingredientes calóricos ultimamente, como creme de leite, doce de leite, chocolate em pó, chocolate em barra derretido, brigadeiros, entre outras inovações. O ideal, para quem deseja manter a forma, é optar pelo café com leite. Enquanto uma xícara do conhecido pingado tem em torno de 80 calorias, uma de capuccino com doce de leite pode ter até 400 calorias.

Escondidinhos - Eles são uma delícia e quentinhos, dão sensação de bem-estar. Se feitos com uma base de purê de batata ou mandioca e carne, são opções até saudáveis para serem consumidos uma vez ou outra. O problema é que hoje eles ganharam adaptações que levam creme de leite, queijo cremoso e batata palha. Uma porção pode ultrapassar as 400 calorias.

Massas e molhos - O ideal, para quem quer manter o peso em dia, é escolher opções integrais. Como já dito, assim como os pães, essas versões geram maior saciedade e por conterem mais fibras auxiliam na digestão. Quanto ao molho, aqueles à base de tomate são os mais leves.

Sopas - Muitas pessoas substituem as refeições por elas, achando que podem manter a dieta dessa forma. Ledo engano. As sopas, ricas em queijos, leite integral, carnes gordurosas (bacon, linguiça) e creme de leite, e ainda servidas no pão italiano, podem conter numa única porção mais de 1.200 calorias. O ideal é optar por aquelas feitas com vegetais, não tão cremosas, sempre comendo antes uma saladinha para dar saciedade.

Vinho, conhaque e cachaça - Nesse grupo nada escapa. São calóricos, muito mais que os açúcares. Uma grama de álcool possui 7 calorias (de açúcar possui 4 calorias).


Cupcakes - De chocolate, com frutas vermelhas, de beijinho, pistache, eles são irresistíveis no lanche da tarde. Porém, mesmo sendo em porções pequenas, esses bolinhos recheados e com cobertura escondem muitas calorias, que podem variar entre 250 calorias a 600 calorias. Claro que uma vez ou outra, eles não fazem mal à dieta. Aqueles bolos tradicionais, feitos em casa, como de milho, cenoura, chocolate, sem recheio, costumam ser mais saudáveis para quem luta contra a balança.

Por Jessica Moraes

Comente