Curiosidades sobre o leite

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Curiosidades sobre o leite

Fonte de vitaminas, proteínas e minerais (fonte de cálcio), o leite é um alimento essencial em todas as fases da vida. É por isso que o Ministério da Saúde, a OMS (Organização Mundial da Saúde) e outras organizações internacionais recomendam três porções diárias de leite ou derivados como iogurte, queijo ou bebidas à base de leite.

Mas, de fato, o que é mesmo verdade quando o assunto é o consumo do leite? Helena Camargo, Engenheira de Alimentos e Supervisora de P&D esclarece as principais dúvidas que as pessoas têm sobre o produto.

- Leite e derivados são essenciais para a dieta humana. O leite é considerado um alimento completo, por ser fonte de diferentes nutrientes essenciais a saúde, e se destaca pela interação e boa biodisponibilidade de seus nutrientes: proteínas, minerais (fósforo e zinco) e cálcio, que é considerado a maior fonte alimentar deste mineral, responsável pela saúde óssea e na prevenção da osteoporose.

- Além disso, estudos recentes têm mostrado uma nova faceta do leite na saúde: prevenção da obesidade, doenças no coração, diabetes, síndrome metabólica e ajuda a controlar os níveis de colesterol no sangue.

- Leite e seus derivados ajudam na manutenção do peso. Há algum tempo vem se discutindo a importância da ingestão de leite e seus derivados para uma dieta saudável e nutritiva. Segundo o recente estudo publicado pela Universidade da Califórnia, nos Eua, o consumo da bebida pode ajudar também no processo de perda de peso e, com isso, prevenir problemas como a obesidade.

- O estudo mostra que populações de diferentes faixas etárias que consomem leite são mais magras e tem menos tendência a serem obesas. O artigo sugere que essa relação pode ser atribuída ao cálcio presente no leite que pode estimular a redução de gordura no organismo.

- O leite também ajuda na redução da pressão arterial. Evidências epidemiológicas mostram que o consumo de leite e produtos lácteos é relacionado como um fator inversamente proporcional a pressão sanguínea e ao risco de hipertensão. Isso se deve aos minerais presentes no leite: o cálcio, potássio e ao magnésio.

- É importante lembrar que, para ser intolerante a lactose é preciso ter um diagnóstico clínico. Isso porque associam desconfortos gástricos com o consumo de leite e este acaba sendo o primeiro alimento a ser restringindo. Os indivíduos intolerantes apresentam sintomas como diarréia, dor abdominal, flatulência e inchaço, que ocorrem após a ingestão de lactose. Para ter o diagnóstico clínico é importante consultar um médico especialista.

- O leite com achocolatado dificulta a absorção dos seus nutrientes, mas não todos. Alguns estudos mostram que o consumo de leite com alimentos ricos em oxalato, um componente presente no chocolate, pode interferir na absorção do cálcio.

- Para uma boa saúde dentária, o leite também é importante, pois o cálcio é o principal mineral envolvido na formação e manutenção de dentes saudáveis.

- O leite ajuda também a prevenir a diabetes. Este efeito se daria a partir do alto teor de aminoácidos das proteínas do soro do leite, as quais afetam os processos metabólicos do organismo, favorecendo o controle da glicemia e a ação da insulina e, dessa forma, atuaria positivamente do controle das taxas de açúcar no sangue.

- O leite ajuda a combater a osteoporose. O cálcio presente no leite é responsável pela mineralização óssea em todas as idades. E por isso deve ser consumido em todas as idades para a prevenção da osteoporose.

- O leite ajuda na prevenção do câncer. Diversos estudos apontam que o leite e seus nutrientes como o cálcio, a vitamina D, a lactoferrina (uma proteína) e as proteínas de soro de leite em geral apresentam efeitos positivos sobre a redução de câncer, principalmente o de cólon.

- O leite hidrata. Ele composto por 90% de água na sua composição.

- O leite também tem influência no sono. A justificativa para isso é que o leite possui um aminoácido chamado triptofano, que aumenta a quantidade de serotonina no cérebro, um neurotransmissor bastante importante no processo do desencadeamento do sono.

- O melhor leite para a saúde é o semidesnatado, pois contêm a mesma quantidade de proteínas e cálcio se comparado aos outros tipos de leite (integral e desnatado), com menor quantidade de gorduras.

A gordura presente deixa o leite mais saboroso e com uma textura mais agradável. E além disso, é de boa qualidade e importante para vários processos do organismo, como transporte de vitaminas lipossolúveis e formação de hormônios, por exemplo.


- O consumo de leite é recomendado em todas as fases da vida. Isso porque é a maior fonte alimentar de cálcio. A ingestão adequada de leite nessa fase, cuja recomendação é de três copos por dia, pode ser benéfica sob vários aspectos, incluindo a consolidação da formação da massa óssea para adultos jovens e desaceleração da perda de massa óssea para terceira idade, além da prevenção a osteoporose entre outros.

Por Jessica Moraes

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente