Crie hábitos alimentares saudáveis nas crianças

Para que seu filho seja um adulto com consciência alimentar, é importante ensinar desde cedo alguns hábitos. Confira nossas dicas para estimular a alimentação saudável!

Foto: iStock/Dejan Ristovski

Criar hábitos alimentares saudáveis desde cedo é fundamental para evitar sobrepeso, obesidade infantil e doenças como diabetes e hipertensão. Atualmente, muitos especialistas consideram como epidemia mundial a obesidade infantil. E segundo dados do IBGE, a obesidade chega a atingir 15% das crianças entre cinco e nove anos e cerca de 30% estão acima do peso recomendado pela Organização Mundial da Saúde. 


A alimentação para as crianças é algo que deve ser muito bem pensando pelos pais. Proporcionar uma educação alimentar saudável desde cedo nem sempre é uma tarefa fácil. É preciso ter cuidados e atenção para saber escolher os nutrientes corretos para o melhor desenvolvimento da criança. Ou seja: é importante evitar alguns alimentos no cardápio diário dos pequenos. Dentre eles estão os ricos em açúcares, gorduras e sódio, como biscoitos recheados, doces, refrigerantes e os salgadinhos.

Foto: Reprodução/pinterest

E é pela rotina que os pais podem treinar a dieta alimentar de seus filhos. As refeições devem ser feitas à mesa com toda a atenção dos pais. E para que a criança goste de um alimento, é necessário que ela prove várias vezes. "É atraves desse contato contínuo que o paladar da criança irá se acostumar com aquela comida, tornando algo natural e saboroso", explica a nutricionista Carla Iespa.

Dê o exemplo 

É em casa que a criança aprende a comer bem, de forma saudável e consciente. Cuide com o que você come na frente do seu filho, afinal, você é um modelo para ele. Assim, comer sentado à mesa, nos horários corretos e alimentos saudáveis como frutas, legumes, vegetais e cereais saudáveis são atitudes que você deve manter também.

Comer o que plantou!

Mesmo morando em apartamentos pequenos, podem-se plantar temperos e algumas verduras.  Fazer com que as crianças participem do processo de criação da comida estimula a cuidar e valorizar o alimento. Esse incentivo será positivo, por exemplo, na hora de montar um prato mais colorido e saudável - além da criança entender da onde vem os alimentos, já que muitas acham que vem das prateleiras do supermercado. 

Ajudando no cardápio

Inserir a criança no planejamento do cardápio e das compras do mês gera envolvimento e comprometimento com o que está sendo planejado, além de ser uma ótima oportunidade de trocas e para que você ensine mais sobre os alimentos e nutrientes.   

Nada de televisão

Todas as atenções devem ser voltadas à refeição. Nada de tablet, ipad, televisão ou celular na hora da comida. O momento da refeição é uma oportunidade para família estar junta e interagir.

Seja criativo

Hoje em dia existem diversas invenções que podem lhe ajudar nesse momento. Uma delas é criar pratos divertidos para os pequenos, fazendo desenhos, palhaço e outros bichinhos. Há diversos sites e fotos inspiradoras pela internet que mostram como fazer refeições divertidas, saudáveis e saborosas para encher os olhos do seu filho! 

Por Lívia Duarte

Comente