Conheça o estilo de vida vegano

Conheça o estilo de vida vegano

Foto/Reprodução Site Projeto Vegan

Você já ouviu falar do estilo de vida vegano? É algo que vai além da dieta vegetariana. Os veganos não consomem nenhum produto de origem animal. Não estamos falando apenas de alimentos, mas também de cosméticos, tecidos, produtos de higiene etc.

Quem adere a essa prática tem o objetivo de melhorar a relação com o planeta e com todos os habitantes dele. O respeito aos animais é o fator mais marcante.

Alguns alimentos são essenciais na despensa de um vegano. Um deles é o tofu, um tipo de queijo feito à base de soja. Quem garante é o desenvolvedor de web Alex Fernandes, que criou, em 2007, o site Guia Vegano, onde ele atua como Gerente de Produtos.

"O tofu ao natural é completamente sem gosto, mas é um verdadeiro curinga na culinária. Existem diversas receitas para transformá-lo em creme ou requeijões saborosos. Basta batê-lo com alguns temperos e um óleo de boa qualidade. Servirá para lanches, substituir o queijo em lasanhas e pizzas ou o ovo em receitas de bolo e massas", afirma Alex.

Há uma eterna polêmica a respeito da qualidade da proteína consumida por veganos. Tem quem defenda que a proteína animal, encontrada nas carnes vermelhas, é insubstituível. O gerente de produtos do Guia Vegano afirma que busca a substância em feijões.

Ele chama de "feijão" todos os tipos leguminosos provenientes das vagens, por exemplo, grão-de-bico, soja e seus derivados. "O feijão quando consumido com arroz, como é do gosto do brasileiro, produz a proteína completa e será a base de toda a alimentação. A partir dai basta adicionar verduras e frutas."

Quem segue o estilo de vida vegano não deixa de consumir apenas carne. Abre-se mão de qualquer alimento que tenha ingredientes de origem animal. Os exemplos mais comuns são bolos, massas, sorvetes, pizzas e tantas outras delícias que levam leite e/ou ovos na receita.

"Tirando os alimentos claramente vegetais, por exemplo, verduras, frutas, cereais e leguminosas, temos no mercado muitos industrializados que são produzidos especialmente para quem se tornou vegano, mas ainda sente falta de algo que se pareça com a carne. Sendo assim temos salsichas, glutadela (imitação de embutido tipo mortadela), linguiças e a famosa e barata carne de soja", lembra Alex.

"Nas grandes cidades, todos estes produtos podem ser encontrados em hipermercados ou empórios. Se você procurar também achará por preços mais em conta nos pequenos mercados ou até em algumas páginas da internet, como no caso do Guia Vegano", conta o gerente de produtos.

Cardápio variado

E declara: nunca foi tão fácil adotar uma dieta vegana como nos dias atuais. "Opções são muitas para todos os preços e todas as receitas podem ser achadas facilmente na internet. Além disso, já começam a aparecer bons vídeos com demonstrações em português."

Cuidado ao adotar o estilo de vida vegano. Toda mudança deve ser feita com planejamento e responsabilidade. Alex lembra que muitas pessoas desejam parar de comer carne ou produtos de origem animal por amor aos animais, mas nunca se alimentaram corretamente antes.

Um exemplo é de alguém que sempre teve uma dieta predominantemente "junk food", com muita fritura, doces, biscoitos e quase ou nenhuma salada, frutas e legumes. "Ao se tornar vegetariano/vegano este indivíduo geralmente passa a sobreviver de batata frita e refrigerante e não é de estranhar que vá ficar doente ou fraco e por a culpa na dieta", afirma.


Quem quer mudar deve estar disposto a experimentar novos alimentos, degustar novos sabores. "Há uma gama quase infinita de vegetais comestíveis, nosso país é abençoado com um clima que permite o cultivo fácil e barato de frutas e verduras, basta explorar todo este potencial que não haverá erro", conclui Alex.

Por Bianca de Souza (MBPress)

Comente