Conheça as três fases que definem o balanço energético

balanco energetico

Quando a quantidade de calorias ingerida é maior que o organismo gasta, pode-se definir como balanço energético positivo. Porém, existem três fases que definem o grau que a pessoa está: etapa ideal, fase dinâmica e obesidade estática. Veja em que grau você se encontra.

Etapa ideal:

É quando a quantidade de calorias ingerida equivale ao gasto calórico, mantendo o peso inalterado. Esta fase consegue-se na manutenção do peso ao longo da vida ou após um emagrecimento se a pessoa alimentar-se com atenção, por necessidade de seu organismo, mastigando bem os alimentos, observando horários, sendo que as extravagâncias ocorrem somente de vez em quando e mesmo assim, logo após faz uma restrição nos alimentos. Exemplo: quando se vai numa festa. Paralelamente a esse tipo e forma de se alimentar a pessoa deverá praticar exercícios físicos pelo menos umas 4 vezes por semana durante uns 40 minutos.

Fase dinâmica:

Esta fase acontece quando a ingestão de calorias é maior que o gasto calórico diário, levando ao aumento de peso, em um processo que pode durar anos, se a pessoa continuamente tenta perder peso. Isso é o que ocorre normalmente com a maioria das pessoas.

É muito comum acontecer esse tipo de obesidade após o casamento, quando a mulher engravida, quando um atleta pára de competir e outras situações. Por exemplo: no casamento muda-se o comportamento e a mulher para agradar o marido, faz comida gostosa, da qual o marido gosta e come demais. Ela o acompanha. Neste período pode coincidir com a diminuição das atividades físicas, ficando os dois sedentários. É lógico que a quantidade calórica é maior que o gasto dando como conseqüência o aumento de peso.

Obesidade estática:

Como o próprio nome está dizendo, há nesta fase uma ingestão de calorias igual ao gasto, mas num nível mais alto do que antes. Ao tentar perder peso, a pessoa se depara com um problema que antes não havia, que é a diminuição do índice metabólico (gasto calórico do corpo para cumprir suas exigências mínimas), visto que o organismo tenta manter seu novo peso. Essa é uma reação de defesa do corpo no sentido de preservação do próprio. O corpo humano tem critérios seguros que garantem sua sobrevivência. Ele faz mais com menos.

É comum a mulher reclamar da dificuldade de emagrecerem após a menopausa. Durante muitos anos ela manteve seu peso e quando diminui a comida, até determinada quantidade, seu metabolismo também é diminuído e ela não emagrece. Para emagrecer é necessário fazer muito exercício físico.

Sabedores dessas fases, os médicos estão alertando a população para iniciar o emagrecimento o quanto antes na sua vida.

Para os que têm peso compatível com sua altura e o índice de massa corpórea dentro dos limites de normalidade, que conserve o seu peso, porque com o passar dos anos vai ficando cada vez mais difícil emagrecer.

Por Dr. José Rui Bianchi

Médico psiquiatra e Autor do livro

"Emagrecer também é Marketing" - DVS Editora

Comente

Assuntos relacionados: obesidade calorias