Como tornar os alimentos congelados mais saudáveis

O recomendado é restringir a ingestão de alimentos congelados apenas nas situações de emergência
alimentos congelados

Os alimentos congelados perdem algumas das vitaminas essenciais para uma alimentação saudável. Foto - Reprodução

Sabe aquele dia em que você chega em casa cansada após um dia inteiro de trabalho e ainda precisa preparar o jantar para si mesma ou para a família? Pois bem, é nessas horas que apelamos para os alimentos congelados, muito mais práticos, certo? Contudo, as refeições congeladas podem não ser tão nutritivas quanto os alimentos frescos, preparados na hora, mas você pode saber como tornar os alimentos congelados mais saudáveis.


Primeiro, ao comprar itens congelados, evite aqueles com qualquer tipo de molho de queijo. Essas refeições são ricas em calorias e gordura saturada. Além disso, uma vez que você descongela o produto, não deve voltar a congelá-lo novamente. Para evitar desperdícios, esquente apenas a quantidade que você quer rapidamente volte a congelar o restante do alimento em um pote.

É importante destacar que, ao serem congelados, certos tipos de legumes e frutas perdem vitaminas e sais minerais, o que acaba por empobrecer a dieta. O teor de sódio também é um problema. Muitos pratos congelados contêm entre 700 mg e 1800 mg de sódio, quando a dose máxima diária recomendada é de 2300 mg de sódio. Aí fica difícil manter o consumo de sal dentro do limite estabelecido. Isto coloca a saúde em risco, elevando, por exemplo, a pressão arterial.

Cabe lembrar que o recomendado é restringir a ingestão de alimentos congelados apenas nas situações de emergência, a menos que seja absolutamente necessário, quando você não tem qualquer outra opção de uma alimentação com ingredientes preparados na hora. Ainda é importante prestar atenção aos rótulos nutricionais e planejar as suas refeições, priorizando comer alimentos mais frescos e feitos no momento em que se vai comer.

Por Renata Branco

Comente